Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Gêmeas morrem com 3 dias de diferença. Ambas estavam com COVID-19

As enfermeiras Katy e Emma Davis moravam juntas e trabalharam no mesmo hospital em Londres

Por Ana Claudia Paixão - Atualizado em 25 abr 2020, 17h14 - Publicado em 25 abr 2020, 16h34

Duas irmãs gêmeas idênticas, Katy e Emma Davis de 37 anos, morreram em Londres depois de testarem positivo para a COVID-19. Ambas era enfermeiras e morreram com 3 dias de diferença de uma para outra.

“Elas sempre disseram que vieram juntas para esse mundo e que o deixariam juntas também”, disse a irmã delas, Zoe Davis. As duas moravam juntas e estavam doentes há algumas semanas. “Não tenho como dizer o quanto as duas eram especiais”, disse a irmã. “Tudo o que elas queriam era ajudar as pessoas, desde novas. Elas brincavam com suas bonecas como se fossem enfermeiras ou médicas”, ela contou.

Katy foi a primeira testada positivo e a primeira a falecer, na terça (21) à noite. Emma, que trabalhou no mesmo hospital de Southampton,  faleceu na madrugada de quinta (23). A equipe do hospital está profundamente abalada com a dupla perda.

Continua após a publicidade

“Elas deram tudo de si para os pacientes. Elas eram excepcionais”, disse a chefe das enfermeiras, Gail Byrne. “Não parece ser real”, disse.

Segundo a imprensa britânica, até sexta (24), cerca de 50 enfermeiros morreram, desde que começou a pandemia.

Em tempos de isolamento, não se cobre tanto a ser produtiva:

 

Publicidade