Empresário filho de ex-prefeita é suspeito de esfaquear a esposa

Fábio Tomazini teria se suicidado após assassinar Kátia Tomazini

Um empresário é suspeito de ter matado sua esposa a facadas e, em seguida, ter cometido suicídio na noite da última quarta-feira (6) com golpes no abdome e no peito. Fábio Tomazini, 42 anos, é filho de Cida Tomazini, ex-prefeita de Pires do Rio (GO), cidade onde o crime foi cometido.

Familiares encontraram os corpos de Fábio e Kátia Tomazini, mulher dele, na residência do casal e logo acionaram a polícia. Eles tinham dois filhos adolescentes juntos. 

Leia mais: Jovem morre após ter corpo queimado por namorado em festa

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Igor Carvalho Carneiro, o homem golpeou Kátia repetidas vezes nas pernas, costas e tórax, utilizando uma faca de cozinha, que foi apreendida para análise. Os ferimentos de Fábio estavam no peito e abdome, o que indica “autoextermínio”, segundo afirmou Carneiro ao UOL.

Não foram encontradas carta de despedida ou bilhetes. Também não há qualquer indício de que o crime possa ter sido cometido por um terceiro. Por isso, a linha de investigação indica feminicídio seguido de suicídio. O crime aconteceu um dia após Fábio completar 42 anos.

Leia mais: Jovem é espancada e abandonada em estrada; namorado é suspeito

Após a perícia do local, os corpos do casal foram enviados para o Instituto Médico Legal (IML) de Caldas Novas para necropsia. A Polícia Civil de Goiás aguarda a conclusão dos laudos para seguir com o inquérito.

Parentes de Kátia relataram que o casal passava por um momento de crise e que pretendia se separar. Eles devem ser ouvidos pela polícia na próxima semana. A mãe de Fábio, que foi reeleita duas vezes para prefeitura não falou com a imprensa.

Siga CLAUDIA no Youtube