“Diante do ódio e da violência, nós vamos amar uns aos outros”, diz Obama sobre ataque a boate gay

Presidente afirma que maior massacre a tiros da história dos EUA foi ato de terror e ódio

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez um comunicado oficial na Casa Branca sobre o ataque que deixou 50 mortos na boate gay de Orlando, na madrugada deste domingo (12).

“Isto foi um ato de terrorismo e ódio e, como americanos, estamos unidos na dor, na indignação e na determinação para defender a nossa gente. O atirador era uma pessoa cheia de ódio e nos próximos dias descobriremos por que e como isso aconteceu”, afirmou, visivelmente abatido.

“Este é um dia triste para a comunidade LGBT. Nenhum ato de terror pode mudar o que somos”, disse o presidente. “Diante do ódio e da violência, nós vamos amar uns aos outros. Não vamos nos render ao medo e nos virarmos uns contra os outros”, disse.

O presidente também ordenou que as bandeiras fiquem a meio mastro na Casa Branca e em todos os edifícios federais até o anoitecer de quinta-feira como sinal de respeito às vítimas. 

%d blogueiros gostam disto: