Com saudade, professora faz bonecos de tricô imitando cada aluno

A holandesa Ingeborg Meinster-Van der Duin sentia muita saudade de seus alunos e usou a arte para suprir a falta deles no cotidiano

Com o isolamento social, o sentimento de saudade se tornou uma das emoções mais sentidas por pessoas no mundo inteiro. Não são apenas parentes ou amigos e companheiros amorosos estão sentindo carência de proximidade e afeto. Mestres e alunos também relatam o peso do distanciamento físico.

A história da professora holandesa Ingeborg Meinster-Van der Duin, por exemplo, repercutiu nas redes sociais gerando grande comoção. A docente passou boa parte de sua vida dedicada aos seus alunos, na escola Bavink, em Haarlem. No entanto, seu trabalho precisou ser interrompido por causa da pandemia do coronavírus.

Com saudade dos pequenos, que conviviam com ela diariamente na sala de aula, decidiu tricotar 23 bonecas personalizadas para cada um de seus alunos, para que, assim, ela se senta mais próxima deles durante a quarentena.

“As crianças não estavam mais frequentando a escola e sinto muita falta deles”, disse em entrevista ao NH Nieuws.

 (Reprodução/Reprodução)

Preocupada em detalhar e personalizar bem cada uma das bonecas, Ingeborg desenhou as roupas que cada uma das crianças costumava usar em suas aulas, além de se certificar de colocar óculos naqueles que usam e outros detalhes estéticos, como cor de cabelo e sardas.

De acordo com o portal UPSOCL, a professora dedicou de 3 a 4 horas para cada boneca. Valeu a pena. Cada um dos alunos se reconheceu nas bonecas. Ao final, ela também teceu um versão de tricô de si mesma. Confira abaixo:

Todas as mulheres podem (e devem) assumir postura antirracista

%d blogueiros gostam disto: