CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Cinco bombeiros são acusados de estuprar turista em Copacabana

Segundo informações, os militares estariam fardados no ato da violência sexual

Por Da Redação Atualizado em 18 fev 2020, 10h59 - Publicado em 1 mar 2019, 18h09

Cinco agentes do Corpo de Bombeiros estão sendo acusados de terem estuprado uma turista baiana na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Ela tem 24 anos e não teve o nome revelado.

O caso teria acontecido na altura do posto 2 da praia, por volta das 11 horas da manhã desta sexta-feira (1), e foi registrado na 12ª DP (Copacabana).

Os envolvidos no caso estão sendo ouvidos pela Polícia Civil na delegacia que atende ao bairro. O depoimento da turista já dura mais de três horas e, segundo a acusação da vítima, ela teria sido assediada pelos agentes, que depois praticaram o ato sexual sem o consentimento dela. Segundo informações do Metro Jornal, os militares estariam fardados no ato da violência sexual.

ATUALIZAÇÃO

A delegada Valéria Aragão ouviu a suposta vítima e afirmou que a mulher voltou atrás da acusação e que não há indícios de relação sexual.

De acordo com a delegada, com informações do G1, a autora da acusação estava sob efeito de álcool e drogas e trabalha como garota de programa. No depoimento, disse que apenas trocou carícias com o bombeiro e que não houve relação sexual.

Em nota oficial, o Corpo de Bombeiros informou que não compactua com ações que vão de encontro com a ética e os bons costumes e que abriu uma investigação interna para apurar o caso.

Leia mais: Garoto de 12 anos estupra irmã de 6 para recriar cena do jogo GTA
+ Meningite meningocócica: o que é e como prevenir

Siga CLAUDIA no Youtube

Continua após a publicidade
Publicidade