Cientistas encontram água em planeta fora do sistema solar

K2-18b é o primeiro planeta a ser considerado "habitável" fora do Sistema Solar

Astrônomos encontraram vapor d’água no planeta K2-18b, localizado a 100 anos-luz* da Terra, em uma “zona habitável” do espaço. É a primeira vez que moléculas de H₂O são encontradas fora do nosso planeta.

Segundo estudo publicado na quarta-feira (11) na revista Nature Astronomy, o K2-18b se tornou o “melhor candidato” para a busca de vida extraterrestre. A pesquisa utilizou informações do telescópio espacial Hubble, entre os anos de 2016 e 2017.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

No entanto, de acordo com a astrofísica Giovanna Tinetti, coautora do estudo, ainda não é possível saber se há água líquida na superfície do planeta, mas “é muito possível”, já que, ao estar localizado em uma zona habitável – ou seja, nem longe e nem perto demais do “Sol” de seu sistema – a temperatura do planeta poderá, talvez, permitir a água em estado líquido. Além disso, o estudo afirma que o K2-18b tem clima parecido com o da Terra.

O exoplaneta (recebe esse nome por estar fora do Sistema Solar) está situado ao redor da estrela K2-18, localizada a 110 anos-luz do nosso sistema. Ele é oito vezes maior do que a Terra e, por isso, pode ser chamado de “superterra”, e possui uma composição semelhante ao nosso planeta, além de substâncias de Marte e Vênus.

Devido a todas essas características, o K2-18b é considerado “o primeiro de uma série de planetas habitáveis”, segundo Ingo Waldmann, que assina a pesquisa em questão.

*1 ano luz = 9,46 bilhões de km

Leia também: Primeira da família a se graduar, brasileira conquista estágio na Nasa

+ Cientistas brasileiros descobrem como prevenir o Alzheimer

PODCAST – Está na hora de pedir aumento de salário?