Cantor Michel Delpech morre aos 69 anos após batalha contra o câncer

Francês estava internado há um ano em um hospital de Puteaux, em Paris

O cantor francês Michel Delpech morreu na noite do último sábado (2), na França. Aos 69 anos, o músico lutava contra o câncer na garganta e na língua.

Impossibilitado de cantar e afastado dos palcos, ele estava internado há quase um ano em um hospital de Puteaux, nos arredores de Paris.

O presidente da França, François Hollande, confirmou a informação e lamentou a morte em nota ofical. “Michel Delpech morreu sem ter envelhecido. Suas canções nos comoveram porque falavam de nós. De nossas emoções e de nossos momentos difíceis. Refletiu melhor que ninguém os anos 70”.

Delpech ganhou fama mundial com o disco “Chez Laurette”, em 1965. A canção “Les divorcés” ajudou no debate sobre a liberalização do divórcio na França, que acabou virando lei no começo da década de 1970.

O artista deixa três filhos: Garance e Bartolomeu, frutos de seu casamento com Chantal Simon, e Emmanuel, fruto de sua união com Geneviève Garnier-Fabre.