Brasil terá no máximo uma mulher como governadora

Os treze eleitos no primeiro turno da eleição são homens

Apenas uma mulher tem chances de assumir o comando de um estado a partir do ano que vem. Fátima Bezerra, do PT, teve a maior votação no Rio Grande do Norte (46,17% dos votos válidos) e disputará o segundo turno com Carlos Eduardo, do PDT. No total, 30 mulheres se candidataram para o cargo de governador nas eleições deste ano. Entre as 27 unidades da federação, 8 não tiveram nenhuma candidata.

Todos os treze governadores eleitos em primeiro turno no último domingo, 7 de outubro, são homens.

As outras catorze unidades da federação vão definir seus governadores no segundo turno, no dia 28 de outubro.

Na disputa presidencial, as únicas duas mulheres entre treze participantes terminaram mal colocadas: Marina Silva, da Rede, ficou em oitavo lugar, com 1% dos votos. Vera Lúcia, do PSTU, em décimo primeiro, com 0,05%.

Leia também: Vote no Prêmio CLAUDIA e escolha mulheres que se destacaram em suas áreas

+ 3 mulheres que mudaram radicalmente o cabelo