Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Mulheres de SP e de outros estados fazem atos contra Bolsonaro

Pelas redes sociais, adeptos do candidato também convocaram atos

Por Alessandra Balles 29 set 2018, 17h36

Mulheres se reuniram neste sábado (29), em diversas cidades do país, para protestar contra a candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência da República. Os atos fazem parte da campanha #EleNão, que começou nas redes sociais. Na capital paulista, centenas de pessoas estavam no Largo da Batata, na Zona Oeste, no ato “Mulheres contra Bolsonaro”. A Polícia Militar não divulgou números oficiais de participantes.

O evento paulistano reuniu integrantes da União da Juventude Socialista, União Estadual dos Estudantes Secundaristas, sindicatos, coletivo feminista da ECA USP, militantes com bandeiras do PT, PSOL, PSTU e Rede. Palavras de ordem como “ditadura nunca mais” também foram proferidas.

Além de São Paulo, outros Estados também tiveram manifestações contra Bolsonaro, entre eles, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina.

ATOS A FAVOR DE BOLSONARO

Os manifestantes paulistanos a favor do candidato do PSL começaram a se reunir por volta das 10h em frente ao Estádio do Pacaembu, na Zona Oeste de São Paulo. Goiás, Minas Gerais, Piauí, Rio Grande do Sul e Tocantins também fizeram atos.

Continua após a publicidade
Publicidade