Arquidiocese de SP instaura Comissão de combate ao abuso sexual na Igreja

Iniciativa faz parte de uma determinação do Papa Francisco para as dioceses católicas de todo o mundo.

A partir do próximo domingo (8), uma Comissão permanente da Arquidiocese de São Paulo estará recebendo denúncias de abusos sexuais envolvendo religiosos. A iniciativa, anunciada na quinta-feira (5), faz parte de uma determinação do Papa Francisco para as dioceses da Igreja Católica de todo o mundo.

Segundo informações do SBT Brasil, a Comissão terá duas linhas de trabalho: uma preventiva e outra investigativa. Enquanto a primeira será responsável por passar orientações que auxiliem no combate aos abusos, a segunda trabalhará para o afastamento dos religiosos uma vez que os casos forem confirmados, criando uma investigação interna e encaminhando a denúncia também ao Ministério Público.

Em entrevista, o arcebispo de São Paulo, Odilo Pedro Scherer declarou que a comissão atuará mais como uma ouvidoria que como um tribunal, visando combater esse crime “não só no clero, mas na Igreja, entre os fiéis”. Ele também admitiu que a Arquidiocese de São Paulo já chegou a afastar clérigos denunciados, mas não chegou a especificar o número exato. 

“Eles tiveram seu encaminhamento, sua verificação, investigação. Alguns casos foram, sim, parar na Justiça comum, porque as pessoas têm a liberdade de fazer a denúncia, sempre tiveram, e foram orientadas a fazer a denúncia, assim como agora também orientadas a fazer a denúncia por sua conta, na Justiça comum, às autoridades policiais”, declarou, de acordo com a Agência Brasil.

As denúncias poderão ser feitas presencialmente, por email ou ainda por carta registrada.

%d blogueiros gostam disto: