Agência cancela festa pré-Oscar e doa dinheiro a refugiados

Medida é um protesto a decreto de Trump contra a entrada de imigrantes muçulmanos no país.

Uma das mais famosas agências artísticas de Hollywood, a United Talent Agency (UTA), decidiu cancelar sua tradicional festa pré-Oscar e doar o dinheiro que seria investindo na noite para grupos de refugiados e imigrantes dos Estados Unidos.

Assim, a UTA – agência responsável pelas carreiras de artistas como Chris Pratt, Harrison Ford, Mariah Carrey e Will Ferrell – pretende doar US$ 250 mil para a American Civil Liberties Union (ACLU) e para o International Rescue Committee (IRC), pela UTA

Leia mais: Angelina Jolie critica banimento a refugiados e muçulmanos

A decisão é um protesto ao decreto migratório assinado pelo presidente dos Estados Unidos Donald Trump, que proíbe a entrada de sete países de maioria muçulmana no país – Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen.

De acordo com a France Presse, o decreto de Trump não bloqueia de imediato a chegada de refugiado, mas estabelece barreiras para a concessão de vistos a cidadãos por, ao menos, 30 dias e suspende o programa americano de refugiados por 120 dias.

A medida da UTA acontece dias após o juiz federal de Seattle James Robart ter ordenado, em caráter temporário, a suspensão do decreto do presidente americano.

Leia mais: Sem querer, Trump uniu os EUA pela causa dos refugiados

Cumprindo a promessa
O veto a entrada de refugiados nos EUA foi uma das promessas de Trump durante a corrida presidencial. A intenção do novo governo é reduzir drasticamente o número de admissão de imigrantes no país.

Ente 1º de outubro de 2015 a 30 de setembro de 2016, entraram 84.994 refugiados de diversas nacionalidades no território norte-americano, como informa o G1. Desse número, 10 mil eram sírios. Caso o decreto do presidente seja levado adiante, o total de sírios que poderão entrar nos EUA pode reduzir a 50%.

Leia mais: Entenda o caso dos refugiados: Por que eles deixam seus países e o que você tem a ver com isso