Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

5 dicas para economizar em viagens nacionais

Com a alta do dólar, talvez esteja na hora para repensar o seu destino de férias e aproveitar para conhecer melhor nosso país. Veja também como economizar por aqui!

Por Aline Gomiero - Atualizado em 22 out 2016, 18h08 - Publicado em 23 set 2015, 12h43

O alto patamar do dólar, que atualmente está cotado a 4 reais, tem levado brasileiros a buscar opções mais econômicas de viagem. Isso se reflete não só no aumento da preferência por viagens pelo país, como na busca por opções de estadia e locomoções mais baratas. Com jeitinho e planejamento é possível ter férias incríveis sem se endividar. Veja como!

1. Compre a passagem na hora certa

Quem viaja de avião pode aliviar o bolso comprando passagens em voos de madrugada (da meia-noite até as 4 h). Os melhores dias para voar mais barato são de terça para quarta-feira e de sábado para domingo. Procure promoções-relâmpago nos sites das companhias aéreas e em sites de viagens, como o decolar.com. Além disso, compre as passagens com pelo menos quatro meses de antecedência. Essa é a melhor maneira de conseguir as menores tarifas. Perto da data da viagem, por mais que sobrem lugares no avião, a passagem nunca é tão barata.

2. Viaje fora de temporada

Quem conseguir tirar férias entre setembro e outubro pode economizar um bom dinheiro. É que nesses meses as crianças estão em aula e a maior parte das pessoas não pode viajar. Logo, as companhias aéreas são obrigados a caprichar nas promoções para atrair turistas.

3. Procure por hospedagem alternativa

O Airbnb é um site que faz o intermédio de aluguel de quartos e casas na internet. Ele está presente em 190 países e funciona como uma rede social. Para garantir a segurança de todos, anfitriões e inquilinos são avaliados uns pelos outros, criando uma reputação. As transações são feitas diretamente com o proprietário, e o pagamento, efetuado por PayPal (um sistema de pagamentos on-line) ou pelo cartão de crédito. Além do preço mais em conta, outra vantagem do sistema é a possibilidade de lavar roupas e cozinhar.

4. Fuja dos pontos turísticos

Consulte os moradores locais para saber que restaurantes, bares e passeios da região oferecem o melhor custo/benefício. Para isso, é preciso bater perna e conversar com as pessoas.

Continua após a publicidade

5. Deixe tudo pago

Pague com 60 dias de antecedência tudo o que se refere à sua viagem (passagem e hospedagem). E à vista. Na última hora, o preço será maior. Anote quanto pretende (e pode) desembolsar e use na viagem apenas o cartão de débito.

Divulgação
Divulgação

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade