5 dicas de passeios para fazer em Paraty durante o Carnaval

Próxima à divisa do Rio de Janeiro com São Paulo, Paraty mantém as tradições e comemora o Carnaval à moda antiga, com muitos bloquinhos e animação

Localizada no Rio de Janeiro, Paraty pertence àquela categoria de cidades pelas quais você se apaixona à primeira visita. Ao passear pelo centro histórico, você tem a impressão de que está dentro de um livro sobre o século 19. É fácil se encantar com os casarões coloridos e as ruas de pedra. E é neste cenário gracioso que acontecem as celebrações durante o Carnaval. O agito começa no fim da tarde, depois de as pessoas passarem o dia em cachoeiras, praias ou em passeios de barco que levam a ilhas incríveis. Ficou interessada neste destino de viagem? Veja, então, abaixo as nossas dicas de passeios:

1. Muita Folia

Você vai precisar de muita disposição para acompanhar a animação dos foliões que tomam conta da cidade colonial durante o Carnaval. A agitação costuma atravessar a noite e é comandada por bandinhas carnavalescas e blocos de rua, que conduzem a turistas e moradores pelas ruelas. O bloquinho mais famosos é o “Bloco da Lama”. Para participar é só você ir para o mangue e… se cobrir de lama. Isso mesmo! Siga o bloco, que sai da praia do Jabaquara, a cerca de 1,5 km do centro da cidade, até a Igreja da Matriz, entoando o grito de guerra: “Uga, uga, rá, rá”. Achou estranho? Segundo os nativos do local, isso também é feito para espantar os maus espíritos. 

2. Carnaval + Mar

A cidade também é palco do Carnamar, competição entre embarcações locais que premia as escunas e os barcos de pesca mais enfeitados – e animados! A concentração se reúne no cais de Paraty.

3. Terra da cachaça

Você sabia que Paraty é a segunda cidade brasileira com maior número alambiques artesanais? Para os apreciadores, vai aí um conselho: aproveite para conhecer os alambiques da cidade e comprar a pinga local por um preço bem mais honesto do que os praticados no centro. Localizado em frente à entrada para a cachoeira do Tobogã (uma das mais conhecidas da região), no Engenho D’Oro (complexo composto por alambique, restaurante e bar), você encontra uma grande variedade de rótulos, desde envelhecidas em tonéis de jequitibá e carvalho francês  às compostas com melado natural, como a famosa cachaça Gabriela, feita de melado, cravo e canela. Vale a pena a visita!

4. Para curar a ressaca

Há mais de 60 ilhas e 90 praias em Paraty. Dá para acreditar? Então, é impossível conhecer tudo o que a cidade oferece durante 5 dias. A nossa sugestão é que você faça, pelo menos, um passeio de barco. A combinação dos passeios é informal: você acerta pessoalmente o roteiro e negocia o preço na hora – os barqueiros indicam os melhores locais para parada. Os que ficam no cais de Paraty, geralmente, levam para as praias da Lula, Vermelha e de Santa Rita. Mas você também pode pedir um roteiro exclusivo para o barqueiro. Navegar até o Saco do Mamanguá, golfo de águas cristalinas, é inesquecível. Não à toa, o local se tornou um dos destinos preferidos de  celebridades. 

5. Um pouco de aventura

Entre a serra e o mar, Paraty é ótima para a prática de esportes em meio à natureza. O Paraty Sport Aventura é um grande parque de arvorismo, com percursos para crianças e adultos, tirolesa, rapel, lanchonete, área verde para piquenique e caiaques. Divirta-se!