Dicas de lugares para tomar bons drinques com cachaça

Cresce a oferta de coquetéis levinhos ou descolados à base de aguardentes da categoria premium, principalmente no verão. Listamos os lugares que oferecem opções saborosas em São Paulo, confira!

Dicas de lugares para tomar bons drinques com cachaça

Da tradicional caipirinha às inovações, experimente o nosso aguardente!
Foto: Divulgação

Fruta e flor

No diminuto Ema, o cachaçatini (foto), feito com a equilibrada Cambraia 5 Anos, além de caqui, licor mandarino e limão-cravo, e o molata, produzido com a mesma cachaça, mirtilo, jabuticaba e pétalas de rosa (R$ 22 cada um), acompanham bem as comidinhas delicadas preparadas pela chef Renata Vanzetto.

Ema
R. da Consolação, 2902, Jardins, tel. 3081-8358

Caipirinhas

O Pirajá lançou um blend exclusivo da cachaça Santo Grau, produzida no Rio, e aproveitou para incrementar sua carta de caipirinhas. Entre as que levam a aguardente premium, estão a amores, com morango, amora e maracujá, e a reserva (foto), com tangerina e gengibre (R$ 17 cada uma).

Pirajá
Av. Brig. Faria Lima, 64, Pinheiros, tel. 3815-6881

Chamativo

A Yaguara, cachaça envelhecida em tonéis de madeira e tanques de inox, é a base de coquetéis do The Meatball House, como o cherry drake (R$ 24). Com apresentacão especial, leva também licor e xarope de cereja, suco de limão e bitter.

The Meatball House
R. Ministro Jesuíno Cardoso, 190, Itaim Bibi, tel. 3798-6349

Harmonia

O drinque batista sourics (R$ 26), da steak house BOS BBQ, combina limão-siciliano com a cachaça Batista Ouro, edição comemorativa dos 70 anos da marca. O sabor cítrico harmoniza com o grelhado new york strip e suas batatas rústicas (R$ 75).

BOS BBQ
R. Pedroso Alvarenga, 559, Itaim Bibi, tel. 3078-4858

Mix fresco

O Pomodori, sofisticado restaurante italiano, incluiu em sua carta de bebidas uma deliciosa caipirinha de limão, maracujá e hortelã feita com a aguardente Angelina Série A, que tem em sua composição o fruto silvestre cambuci. Custa R$ 22.

Pomodori
R. Dr. Renato Paes de Barros, 534, Itaim Bibi, tel. 3168-3123

Do chefe

Jean Ponce, chefe de bar das casas de Alex Atala, serve no Dalva e Dito o obrigatório (R$ 28), feito com Ypióca Brasilizar Ouro Reserva Especial, tangerina, maracujá, xarope de guaraná e jambu, erva que amortece levemente a boca.

Dalva e Dito
R. Padre João Manuel, 1115, Cerqueira César, tel. 3068-4444