Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Will Smith sobre o filme ‘Bright’: ‘É desafiador’

Com lançamento previsto para este mês, filme terá como cenário uma era futurista e contará com o ator como personagem principal

Por Anna Laura Moura - 11 dez 2017, 18h02

Em um mundo futurista, seres humanos convivem em uma civilização com seres místicos, como elfos, e fadas. Mesmo nesse ambiente fantástico, as leis ainda são quebradas. Por isso, um policial humano chamado Daryl Ward, interpretado pelo ator Will Smith e especializado em crimes mágicos, precisa exercer sua função de manter a ordem.

Leia mais: 4 filmes indicados ao Oscar 2017 vão entrar no Netflix

Porém, seu parceiro de trabalho na trama é um pouco diferente dos colegas com os quais Will está acostumado a contracenar: será um orc, ou seja, um ogro chamado Nick Jakoby, interpretado por Joel Edgerton. Juntos, eles precisam evitar que uma arma perigosa caia nas mãos erradas. Essa é a sinopse do filme ‘Bright’, programado para ser lançado no dia 22 de dezembro pelos estúdios Netflix.

Para divulgar o filme, Will Smith veio ao Brasil participar da Comic-Con Experience, junto com seu colega de atuação Joel Edgerton e o diretor David Ayer, responsável pela direção de filmes como ‘Esquadrão Suicida’.

will smith bright
CLAUDIA/Divulgação

Questionado sobre sua própria definição do filme, o ator resumiu de forma divertida: “Uma combinação engraçada de Senhor dos Anéis com Dia de Treinamento“. Will também não deixou de lado a questão existente por trás do longa: o racismo. “Eu sou um homem negro e é interessante estar do outro lado. Interpreto um policial racista com relação aos orcs e que, no fim, precisará trabalhar ao lado de um”, conta.

Continua após a publicidade

Leia mais: Uma lista de filmes que mesclam teorias científicas e boa ficção

O ator desabafa sobre sua visão com relação à sociedade. “A melhor parte desses filmes fantásticos com muitos efeitos visuais e grandes produções é poder encaixar assuntos da atualidade e discutir sobre eles de certa forma. Muitas coisas precisam ser discutidas”, explica.

Sobre sua carreira e o modo como tem lidado com o personagem e sua história, Will é enfático e esperançoso: “É desafiador. Mas acredito que meu maior prazer enquanto profissional é poder deixar uma mensagem para as pessoas e conseguir fazer isso com qualquer tipo de filme, até mesmo os mais descontraídos”. Estamos ansiosas!

Leia mais: Will Smith fala sobre racismo em Hollywood: “Convivo com o preconceito constantemente”

 

Continua após a publicidade
Publicidade