Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Thiago Fragoso: “Faltava interpretar um homossexual”

Thiago Fragoso comemora a chance de interpretar Niko, em Amor à Vida. Para ele, o personagem é a coroação de seus 22 anos de carreira

Por Redação M de Mulher Atualizado em 15 jan 2020, 19h04 - Publicado em 1 ago 2013, 21h00

Thiago Fragoso completa 22 anos de carreira em 2013
Foto: Divulgação

Ele recebeu o convite para viver Niko de Amor à Vida quando ainda gravava Lado a Lado, novela das 6, da Globo. Com 22 anos de carreira e 31 de idade, e consagrado por papéis principais ou secundários – mas sempre causando comentários –, Thiago Fragoso adiou por mais um tempo o tratamento que faria por ter quebrado algumas costelas no tombo que levou na peça Xanadu, ao lado de Danielle Winits, em janeiro de 2012. Tudo por causa do personagem da trama das 9. Era hora de descansar, mas não soube dizer não. “Estava esperando para interpretar um gay. Faltava um homossexual em minha carreira”, diz, todo animado com o desafio.

Fez laboratório para compor o Niko?
Não foi preciso entrar em uma imersão. É um universo que eu já conheço, e procurar referências não foi uma dificuldade. Optei por não assistir a filmes, fiz uma busca interna, comecei com trabalho de corpo para depois chegar a ele e, aí, sim, pegar uma referência ou outra.

O que o fez aceitar o convite?
Há tempos estava com muita vontade de fazer um homossexual, principalmente com essa abordagem afetuosa que o Walcyr (Carrasco, autor da trama) coloca na história. Não podia deixar de fora esse papel. Estava esperando para interpretar um gay. Estava faltando um homossexual na minha carreira.

Thiago Fragoso: "Faltava interpretar um homossexual"

Thiago Fragoso e Marcello Antony são Niko e Eron em Amor à Vida
Foto: Divulgação/TV Globo

Niko é puro alto-astral…
Ele é assumido, bem resolvido e extremamente feliz, por isso mesmo, ele brinca com todo mundo. Ele não é encanado com nada, daí, que vem o senso de humor dele. Acho que as pessoas estão gostando do seu jeito.

Continua após a publicidade

É verdade que você ajudou na composição do figurino e do cabelo do personagem?
A Mariana (Vaz, mulher do ator) é ligada em moda e sugeriu umas opções para o cabelo. Resolvemos fazer um penteado igual ao do David Beckham e deu certo. Fiz uma pesquisa em sites direcionados ao público homossexual, vi fotos e notei o lado fashion apurado deles. Oitenta por cento tinham o cabelo como o do Niko. Não foi uma criação surreal!

Quem o assedia mais no momento: os homossexuais ou as mulheres?
Sem dúvida as mulheres. E isso acontece desde o dia em que apareci pelado no primeiro capítulo de O Astro (2011). Não tenho mais para onde fugir, mas respeito e não ligo. Se a pessoa fala que admira seu trabalho ou que você é bonito, é sempre uma forma de demonstrar uma admiração ou carinho. E gosto, contanto que seja de forma respeitosa.

O que você espera que o público perceba no casamento do Niko?
Quero torcida para mostrar o companheirismo deles. Eu e o Marcello (Antony) estabelecemos essa relação a partir do afeto. Minha intenção é que, em vez de ficar contra, o público torça para que o casal fique junto.

Thiago Fragoso: "Faltava interpretar um homossexual"

Thiago, Danielle Winits e Sidney Magal na peça Xanadu
Foto: Divulgação

Preparado para o falado beijo gay?
O importante é mostrar a relação do casal, que é séria e bem sucedida. Se acontecer o beijo, será um selinho. Nada demais.

Você aredita que Amor à Vida está ajudando a quebrar o tabu contra a homossexualidade?
No Brasil, a união estável entre homossexuais já tem muitos votos favoráveis e é um assunto que não tem que ser tabu. Na França, o casamento gay já foi aprovado. Não é que a novela levante a bandeira da homossexualidade, mas é um tema muito importante e que tem de ser tratado, sim.

Continua após a publicidade
Publicidade