“Ser mãe tem me mostrado outra dimensão do amor”, diz Shakira

A cantora, empresária e mãe de Milan e Sasha falou a CLAUDIA sobre seus grandes feitos

Nas contas das conquistas da superstar colombiana, entram 16 álbuns (que, juntos, somam mais de 70 milhões de cópias vendidas ao redor do mundo) e três coleções de fragrâncias. Summer Rock, que acaba de ser lançada, tem duas versões (uma mais doce e outra frutada). Ela falou a CLAUDIA sobre seus grandes feitos.

Você tem uma longa carreira e uma lista de triunfos. Quais são seus próximos planos?

Eu passei muito tempo trabalhando sem parar, emendando um projeto no outro e, embora isso tenha dado certo, não acho que esse tipo de ritmo possa se sustentar por muito tempo. Agora, para cada nova realização, dedico o tempo necessário para que esteja 100% satisfeita com o resultado.

Você tem uma ONG, a Fundação Pés Descalços. O que a inspirou a ajudar outras pessoas?

Frequentei uma escola que incutiu em mim a importância de servir aos outros. Esse valor, com toda a injustiça que vejo ao meu redor, me levou a concluir que eu não poderia esperar que outras pessoas se responsabilizassem por esses problemas quando eu, graças à minha carreira, tinha voz para fazer algo sobre isso. Quero também intensificar nossos esforços em países com os quais já estamos colaborando, como Haiti e África do Sul.

Você tem dois filhos pequenos (Milan, 3 anos, e Sasha, 1). Qual é a melhor parte da maternidade?

Ser mãe tem me mostrado outra dimensão do amor. Sinto que meus filhos me amam de maneira diferente. E eu a eles. Desde que nasceram, me tornei mais eficiente e passei a identificar melhor minhas prioridades. Também tenho a sorte de contar com o Gerard (Piqué) e nossas famílias.