Selena Gomez responde às críticas negativas a ’13 Reasons Why’

A cantora, que é produtora da série, reconheceu que os temas abordados na série são complexos

Assim que estreou, 13 Reasons Why despertou opiniões fortes na audiência. Produção original da Netflix, a série surgiu de um projeto pessoal de Selena Gomez, que leu o livro de mesmo nome quando era adolescente e assim que pode fez questão de comprar os direitos para a adaptação audiovisual.

Voltada para os adolescentes, a série conta a história de Hannah Baker, uma menina de 16 anos que comete suicídio e deixa, em vez de uma carta, 13 fitas cassete explicando os motivos pelos quais decidiu tirar a própria vida. O tema polêmico suscitou muitas críticas positivas e negativas. Enquanto parte da audiência celebrava a coragem de tratar de assuntos pesados como suicídio, bullying, drogas e estupro, outra parte recomendava que os jovens não assistissem, ou assistissem sob supervisão dos pais.

Em entrevistas recentes, Selena se posicionou com relação à polêmica. Falando para o canal E!, dos Estados Unidos, ela disse que o medo e a confusão dos jovens era intencional. “Eu queria fazer a série de um jeito que os jovens ficassem assustados, mas confusos – de um jeito em que eles pudessem falar sobre tudo isso, porque é algo que acontece o tempo todo”, afirmou.

Sobre as reações negativas, ela acha que eram inevitáveis. “Queríamos ser fieis ao livro, e essa reação iria vir de um jeito ou de outro. Não é um assunto fácil de se falar, mas me sinto muito sortuda com toda a repercussão”.