CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Quebradora de regras, Meghan Markle mudou os votos para omitir uma palavra

No casamento real, Meghan Markle se recusou a falar um trecho dos votos que oprime as mulheres. Arrasou!

Por Ligia Helena Atualizado em 16 jan 2020, 14h00 - Publicado em 19 Maio 2018, 11h21

Meghan Markle, agora duquesa de Sussex, está levando modernidade à família real. Descendente de negros, divorciada, e mais velha que o Príncipe Harry, ela é também declaradamente feminista. Provavelmente por isso, ela tomou a decisão de mudar os votos tradicionais que a noiva diz para o noivo, e omitiu uma palavra problemática no casamento real.

Na hora de falar os votos para Harry, Meghan omitiu o trecho que tradicionalmente diz “amar, cuidar e obedecer”. Em vez disso, ela disse apenas que irá “amá-lo e valorizá-lo”. Kate Middleton, no casamento com o Príncipe William, também não prometeu obedecer ao marido, bem como a Princesa Diana, que quando casou-se com o Príncipe Charles prometeu “amar, acompanhar, honrar e proteger” o marido. 

Tirando isso, a troca de votos do casal foi bastante tradicional. 

Harry disse: “Eu, Harry, recebo você, Meghan, como minha esposa, para ter e manter desse dia em diante; no melhor e no pior, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, para amá-la e valorizá-la, até que a morte nos separe; de acordo com a santa lei de Deus. Na presença de Deus, faço este voto.

Meghan disse: “Eu Meghan, recebo você, Harry, como meu marido, para ter e manter deste dia em diante;no melhor e no pior, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, para amá-lo e valorizá-lo até que a morte nos separe; de acordo com a santa lei de Deus. Na presença de Deus, faço este voto.

Casamento real
Os votos de Meghan e Harry, em inglês, no programa da cerimônia que foi distribuído aos convidados.

 

Continua após a publicidade

Publicidade