“Poucas pessoas me perguntam se estou bem”, fala Meghan sobre maternidade

A duquesa de Sussex desabafou sobre a pressão que recebeu da mídia britânica durante a gravidez e os primeiros meses de Archie

Meghan Markle abriu o jogo sobre os desafios de ser mãe de primeira viagem estando sob os holofotes. Em uma prévia do documentário Harry & Meghan: An African Journey (Harry & Meghan: uma jornada africana, em inglês), publicada pela ITV News, a duquesa de Sussex desabafou sobre as críticas que recebeu da mídia britânica durante sua gravidez e os primeiros meses após o nascimento de Archie.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

“Qualquer mulher, especialmente quando está grávida, fica bastante vulnerável, e é isso que é desafiador”, disse ela a Tom Bradly, jornalista que realizou a entrevista. “E quando você tem um bebê recém-nascido, então, você acrescenta isso tudo tentando apenas ser uma mãe nova ou tentando ser um recém-casado. Eu queria te agradecer por ter perguntado [se estou bem], porque poucas pessoas me perguntam se eu estou bem, mas é algo muito especial de estar passando nos bastidores”, finaliza. Veja, abaixo, o trecho:

No início deste mês, príncipe Harry escreveu uma carta aberta criticando duramente a imprensa britânica e afirmando que Meghan estaria sofrendo a mesma pressão da mídia que a princesa Diana – que morreu, em 1997, em um acidente de carro, quando tentava escapar de vários paparazzi.

Além disso, ao final da turnê pela África, os duques de Sussex anunciaram a decisão de abrir um processo contra o tabloide britânico Daily Mail, por terem publicado uma carta particular escrita por Meghan ao pai dela; e contra os noticiários News UK (proprietário do The Sun) e MGN (antigo dono do The Mirror), por terem interceptado ilegalmente mensagens de voz.

Em uma primeira prévia do documentário, divulgada na quinta-feira (17), Harry também faz um desabafo acerca da pressão sobre seu papel como pai e membro da Família Real, relembrando a morte de sua mãe enquanto visitava um lugar importante para ela.

“Eu acho que fazer parte dessa família – neste papel, neste trabalho –, cada momento que eu vejo uma câmera, cada momento que eu ouço um clique, cada momento que eu vejo um flash, isso me leva de volta [à lembrança da morte de Diana]”, revela. “Nesse aspecto, é a pior lembrança da vida dela”, finaliza.

O documentário Harry & Meghan: An African Journey irá ao ar no domingo (20) pela ITV News, no Reino Unido.

Leia também: Rainha busca contratar mordomo. Se habilita?

+ Rainha Elizabeth quebra tradição pela segunda vez

PODCAST – Por que não sinto vontade de transar?