CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Polícia deve entrar no Projac por causa de BBB

Ele é  acusado de importunação sexual, estupro e violência doméstica

Por Da Redação 22 jan 2019, 21h10

Vanderson Brito, do “BBB19“, deve ser intimado ainda nesta semana para depor na Delegacia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá, no Rio, segundo informações do “UOL”. Ele é  acusado de importunação sexual, estupro e violência doméstica, e o pedido foi feito pela Polícia Civil do Acre, Estado onde ele mora. A defesa do participante do “Big Brother Brasil” nega as acusações. 

Em nota, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá informa que irá nesta semana ao Projac para intimar o brother do BBB para que ele preste depoimento. Segundo a polícia, há três boletins de ocorrência contra o biólogo e coordenador educacional indígena por lesão corporal no âmbito da violência doméstica, estupro e importunação ofensiva ao pudor, conforme o “UOL”.

Maíra Menezes, que foi namorada de Vanderson, o acusou, assim que foi anunciado como participante do programa de agressão física e psicológica. O relacionamento aconteceu há dez anos. Ela não fez boletim de ocorrência, mas a defesa reconhece que a repercussão nas redes sociais pode ter motivado os relatos e registros na polícia de outras possíveis vítimas.

Vanderson, participante do BBB 19 Reprodução/Divulgação

“Ele chegou na minha casa, estava bêbado. Fomos deitar e começamos uma discussão. Ele começou a me empurrar e eu a querer me levantar. Toda vez que eu me levantava ele me empurrava de novo. Até que ele me segurou pelos cabelos e começou a apontar o dedo na minha cara e a gritar comigo”, disse Maíra em entrevista ao UOL.

 

Continua após a publicidade
Publicidade