Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Novela Chamas da Vida: Suelen é presa injustamente acusada de ser a incendiária

A loirinha nega que seja a criminosa, mas ninguém acredita

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 09h12 - Publicado em 9 mar 2009, 21h00

Suelen será acusada de ser a incendiária
Foto: Divulgação/ Rede Record

Os agentes policiais recolheram a placa da fênix encontrada no cemitério durante a cerimônia de enterro de Antonio (Dado Dolabella) e a levaram para ser examinada. Acontece que as autoridades encontraram digitais da avoada Suelen (Nathália Rodrigues) na peça que é deixada pelo criminoso da história em todos os incêndios que têm ocorrido em Tinguá.
 
Arlete (Jussara Freire) e Carolina (Juliana Silveira) ficam revoltadas ao acreditar que a funcionária da fábrica e assistente de Vilma (Lucinha Lins) foi quem matou Walter (Antônio Grassi).
 
Embora negue ser a culpada pelas tragédias na cidade, depois de algumas investigações, Suelen é presa. Arlete vai até a delegacia, chama a garota de assassina e diz que ela vai apodrecer na cadeia.
 
Enquanto isso, em sua casa, Vilma conta a Tomás (Bruno Ferrari) que recebeu uma ligação e que armaram para Suelen ser detida injustamente. O rapaz se apavora com a revelação. A megera ainda diz que isso só pode ser coisa de Roberto (Giuseppe Oristânio), na sua opinião o verdadeiro incendiário, e afirma que ela precisa detê-lo. A seguir, pede ajuda ao filho para desmascarar o tio dele.

Publicidade