Muita gente está pedindo o boicote do live-action de ‘Mulan’; entenda

A atriz Liu Yifei, que interpreta Mulan, fez uma manifestação polêmica sobre divergências políticas entre a China e Hong Kong.

Na última quinta-feira (15), a hashtag “Boicotem ‘Mulan'” surgiu no Twitter como um pedido enfático dos internautas. O motivo disso é que a atriz Liu Yifei, que interpretará a guerreira chinesa no live-action de 2020, retuitou uma publicação do Partido Comunista Chinês em apoio à polícia de Hong Kong. 

Essa reação da atriz aconteceu na Sina Weibo, que espécie de Twitter chinês – já que redes sociais como Twiter, Facebook e o Instagram são proibidas na China. Na mensagem republicada por Liu estava escrito: “Eu apoio os policiais de Hong Kong. Vocês todos podem me atacar agora. Que vergonha para Hong Kong”. 

Quando Liu Yifei diz que “apoia os policiais”, ela faz referência aos oficiais de polícia que estão sendo acusados de agir com violência brutal contra manifestantes em Hong Kong. Por lá, diversas manifestações pedem o fim de uma lei que permite a extradição de réus de Hong Kong para a China, a fim de que eles sejam julgadas por instâncias governamentais chinesas.

A preocupação é de que isso tire os direitos conquistados por Hong Kong, já que o local é uma das regiões administrativas especiais da China – o que significa que o território tem sistemas político e econômico autônomos.

Em junho, a chefe-executiva de Hong Kong, Carrie Lam, suspendeu temporariamente a lei, mas os manifestantes querem que ela seja abolida de vez.