Meghan Markle pede ajuda da sua mãe para lidar com pai e irmãos

A duquesa viaja aos EUA para tentar resolver os ataques públicos que parte da família está fazendo

A mais nova Duquesa de Sussex, Meghan Markle, de 37 anos, deve desembarcar em Los Angeles em breve para ter uma pequena reunião com sua mãe, Doria Ragland. O assunto, quase diplomático, gira em torno da própria família de Meghan: seu pai e seus irmãos.

Segundo a revista americana Life & Style Weekly, mãe e filha tratarão dos ataques públicos (cada vez mais frequentes) feitos contra Meghan e a Família Real britânica. E onde a família da duquesa entra nisso? Bom, são os meio-irmãos, Samantha Grant e Thomas Markle Jr., e seu pai, Thomas Markle, que estão fazendo tais ataques.

Ainda de acordo com a revista, a esposa de Harry, o Duque de Sussex, estaria buscando ajuda de sua mãe porque ela teria informações úteis a respeito de Thomas. Doria foi casada com o pai de Meghan, um diretor de iluminação aposentado, entre 1979 e 1988.

Leia mais: Após deixar ‘Suits’, Meghan Markle volta à TV

Mais ainda: o veículo noticiou que a Duquesa de Sussex está se sentindo traída por seu pai. O que, com certeza, foi uma surpresa para Meghan, já que mantinham uma boa relação até ela se casar com o príncipe Harry.

Recentemente, Meghan também procurou ajuda de sua amiga Jessica Mulroney, em Toronto, no Canadá. Foi uma viagem rápida, de três dias, totalmente paga por ela. Para o trajeto, a duquesa optou por voos comerciais e, quando chegou, se hospedou na casa de Jessica.

Dessa vez, nos Estados Unidos, deve ficar em uma mansão alugada pelos assessores do Palácio de seu marido exclusivamente para tal ocasião, tudo por questões de segurança.

Veja também: O membro da Família Real favorito dos funcionários do palácio

+Maior salário feminino da Globo, Fátima ganha a metade do Faustão

VOTE no Prêmio CLAUDIA e escolha mulheres que se destacaram