Clique e assine com até 75% de desconto

Luiza Brunet conta ser ameaçada de morte após denunciar agressões

Segundo ela, ameaças foram feitas por meio de suas redes sociais; em 2017, ex-companheiro foi condenado

Por Da Redação 7 jan 2019, 18h24

Luiza Brunet, 56 anos, foi agredida pelo companheiro, Lírio Parisotto, em 2016. Ela teve quatro costelas quebradas, um olho machucado e o psicológico destruído. Em uma entrevista para a coluna da jornalista Marina Caruso, a atriz revelou que está sendo atacada por mulheres após ter denunciado as agressões.

Em 2017, Parisotto foi condenado pela agressão à modelo. A pena decretada pela juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti foi de dois anos sob vigilância, um ano de prisão em regime aberto e mais um prestando serviços comunitários.

“Fui chamada de vagabunda, piranha, trambiqueira. E, principalmente, pelas mulheres. […] Fui agredida por elas. Movi ação contra duas que pegaram mais pesado e estou sendo ameaçada de morte”, contou Luiza.

Enquanto estava na Suíça, a atriz recebeu ameaça de um perfil com o nome de Suzi Cortez, por meio da mensagem direta do Instagram. Na mensagem estava escrito: “Pare de tocar no nome dele ou você vai ter problemas comigo, mando te matar”.

Luiza é porta-voz contra a violência doméstica no governo de Jair Bolsonaro e esteve presente na posse.

Leia também: Aos 77, Erasmo Carlos se casa com pedagoga Fernanda Passos

“Não sou seu hobby”: Bruna Marquezine posta poema e fãs vêem indireta

Siga CLAUDIA no Instagram

Continua após a publicidade
Publicidade