Os ‘brinquedos proibidos’ para os filhos de Kate e William

O príncipe e a princesa dividem seu tempo entre as responsabilidades da realeza e a educação rígida dos pequenos George e Charlotte

Ser um membro da realeza não deve ser fácil, príncipe William e Kate Middleton que o diga. Além disso, o casal precisa reservar um precioso tempo para cuidar e educar dos seus filhos, George e Charlotte. As crianças, de apenas 4 e 2 anos respectivamente, estão numa fase que todo o cuidado dos pais é pouco.

Por isso, Kate e William possuem muitas regras com relação à criação de seus filhos, e uma delas é que eles são proibidos de utilizar aparelhos eletrônicos (tablets, etc). Em entrevista à US Weekly, um porta-voz do casal disse que “Eles são considerados ‘brinquedos’ para mamãe e para o papai, e não para crianças“.

De acordo com a fonte, esse método é de família. “Como duas pessoas que cresceram sem aparelhos eletrônicos, William e Kate acreditam em brincadeiras ao ar livre e atividades que encorajam a imaginação. Eles são uma família bastante convencional“, contou.

Se você acha que as crianças sentem essa diferença, pode ficar tranquila: George adora carrinhos e caminhões de brinquedo, enquanto Charlotte gosta das princesas.

Apesar disso, os filhos estão começando a perceber que sua realidade é um pouco diferente das outras crianças, mas Kate e William fazem o possível para que eles tenham uma rotina normal. “Eles acham que é importante que eles conheçam seu passado, mas também é vital que George e Charlotte tenham o máximo de normalidade possível em suas vidas”, disse a fonte.