Clique e assine com até 75% de desconto

Fernanda Gentil fez o texto mais lindo sobre a Copa do Mundo Feminina

"É lindo de ver as batalhas pessoais de vocês, e emocionante viver a conquista coletiva da gente. Obrigada!", enfatiza a jornalista.

Por Alice Arnoldi Atualizado em 15 jan 2020, 15h23 - Publicado em 7 jun 2019, 17h51

Nesta sexta-feira (7), finalmente foi dada a largada: a Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 começou. E para falar sobre esse grande momento, Fernanda Gentil fez o texto mais sensato sobre o assunto no Instagram.

Para ilustrar o post, a jornalista escolheu a foto oficial que a seleção brasileira feminina fez para a competição. E na legenda, a emoção falou mais forte com um misto de orgulho e ansiedade para saber se a taça será do Brasil pela primeira vez.

Já no início, Fernanda falou sobre o que tem se comentado tanto sobre a disputa: ser uma mulher dentro de campo não é fácil. “Não vim aqui dizer que o que vale é participar. E nem que agora que vocês já chegaram na Copa de novo, está ótimo. Porque claro que até aqui é uma vitória, mas eu sei que pra vocês a medalha no peito é a glória. Mas vim lembrar que a principal batalha dessa vida vocês já levaram: ser mulher e defender um país jogando futebol”.

Para parabenizar as jogadoras, a jornalista também lembrou que, pela primeira vez, a Copa do Mundo Feminina será transmitida em rede nacional pela TV Globo. Só que, ao mesmo tempo, ela lamentou o fato de não fazer parte desse marco histórico. “Me dói sim não participar da cobertura e ver vocês de perto, mas explicar pra Seleção Brasileira Feminina de Futebol que essa vida é feita de escolhas e novos desafios é no mínimo redundante, né?”, salienta a apresentadora sobre ter saído do mundo do esporte dedicar-se à área de entretenimento da emissora. 

Por fim, Fernanda incentiva as 23 mulheres envolvidas nessa missão e pontua algo essencial sobre a competição: a história já está feita e ninguém pode mudar isso, independentemente de vitória ou não. “Pisem em campo com a certeza de quem chegou lá, e a vontade de quem quer ir além. Com a garra de quem já esqueceu que venceu na vida, mas com a leveza de quem lembra como é bom. Divirtam-se! Joguem! Corram! Disputem! É lindo de ver as batalhas pessoais de vocês, e emocionante viver a conquista coletiva da gente. Obrigada. E aconteça o que acontecer, voltem pra casa sabendo que a Copa do Mundo de 2019 já é mais um capítulo escrito na história – e com a letra de vocês”, frisa a jornalista. 

Confira o post completo:

View this post on Instagram

Ei, meninas…. não vim aqui dizer que o que vale é participar. E nem que agora que vocês já chegaram na Copa de novo, tá ótimo. Porque claro que até aqui é uma vitória, mas eu sei que pra vocês a medalha no peito é a glória. Mas vim lembrar que a principal batalha dessa vida vocês já levaram: ser mulher e defender um país jogando futebol. Conhecer o mundo fazendo o que ama. Dar a cara à tapa para que muitas outras caras possam sorrir com vocês. E lá se foram todos os tipos de barreira! Vocês, meninas-mulheres-jogadoras-donas de casa-maes-filhas-irmãs muitas vezes já acordaram antes do sol e dormiram depois da lua. Já conseguiram o impossível como por exemplo lutar sempre, ao mesmo tempo, com força e doçura pela visibilidade que mereciam ter naturalmente… mas já que ela não veio de forma orgânica, bora lá buscar de forma merecida. E vocês foram! E ela chegou: a Copa Feminina agora é pro país inteiro ao vivo. Eu, como mulher, jornalista esportiva, tendo trabalhado com esporte por 13 anos, já me sinto com a medalha no peito – é isso que vocês nos proporcionam. Que sejam mais e mais faladas, vistas e celebradas, de todas as maneiras e de maneira igual: com torcida, bandeiras, palmas, gritos e vuvuzelas! Nos estádios, nas ruas e nas casas. Me dói sim não participar da cobertura e ver vocês de perto, mas explicar pra Seleção Brasileira Feminina de Futebol que essa vida é feita de escolhas e novos desafios é no mínimo redundante, né? Aliás sorte a nossa que vocês escolheram vestir essa capa verde e amarela e jogar por ela; prova de que não só o filho, mas a filha tua também não foge à luta. E eu escolho agradecer duplamente vocês por isso; como mulher e amante do esporte. Pisem em campo com a certeza de quem chegou lá, e a vontade de quem quer ir além. Com a garra de quem já esqueceu que venceu na vida, mas com a leveza de quem lembra como é bom. Divirtam-se! Joguem! Corram! Disputem! É lindo de ver as batalhas pessoais de vocês, e emocionante viver a conquista coletiva da gente. Obrigada. E aconteça o que acontecer, voltem pra casa sabendo que a Copa do Mundo de 2019 já é mais um capítulo escrito na história – e com a letra de vocês.

A post shared by Fernanda Gentil (@gentilfernanda) on

Continua após a publicidade
Publicidade