Bruno Gagliasso presta queixa por racismo contra Titi

Menina foi vítima de ofensas de cunho racista no fim de semana; esta não é a primeira vez que a filha do ator sofre ataques

O ator Bruno Gagliasso, 35 anos, prestou queixa por racismo contra a filha Titi, 4 anos, na manhã desta segunda-feira (27). A menina foi vítima de ataques feitas pela escritora e socialite Day Mcarthy. O conteúdo ofensivo foi publicado pela brasileira residente do Canadá no último domingo (26) em seu Instagram.

“É crime e ela precisa pagar pelo que ela fez (…) E ela vai responder por isso”, disse o ator em entrevista à imprensa ao sair da delegacia. Bruno lembrou sobre a importância de não ficar calado diante de casos de racismo similares ao sofrido pela filha. “É uma sensação de impotência, mas se não fizermos nada, isso vai continuar acontecendo. Uma pessoa dessas não pode calar tanta gente.”

Essa não é a primeira vez que Titi recebe ataques de cunho racista. Em novembro de 2016, a menina recebeu comentários preconceituosos de internautas após a mãe, a atriz Giovanna Ewbank, 31 anos, publicar uma foto da filha em sua conta no Instagram.

Leia mais: Gagliasso sobre racismo contra a filha: “Não podemos tolerar”