Brad Pitt sobre fim do casamento: “eu estava bebendo muito”

O ator quebrou o silêncio sobre o divórcio de Angelina Jolie.

Passados quase oito meses, Brad Pitt falou pela primeira vez sobre a separação de Angelina Jolie. Em entrevista a uma revista norte-americana, divulgada nesta quarta-feira (03), o ator fala de sua nova vida e detalha os motivos que levaram ao divórcio. “Eu estava bebendo muito. A bebida se tornou um problema”, entrega.

Além do álcool – Pitt afirma que a bebida era sua válvula de escape dos sentimentos -, ele também conta que sua criação machista atrapalhou sua relação com os filhos. “Eu fui criado com aquela mentalidade de que o pai tem que ser o todo-poderoso e o superforte, ao invés de realmente conhecer suas próprias dúvidas e lutas. E isso foi um soco na cara após o divórcio. Eu preciso ser mais. Eu tenho que ser mais para eles. Eu tenho que ensiná-los. E eu não estava sendo bom nisso“, conta.

Leia mais: Nova musa da Guerlain, Angelina Jolie doa cachê para a caridade

Brad Pitt também afirma que os últimos meses têm sido solitários. Após passar seis semanas na casa de um amigo em Santa Mônica, se recuperando da separação, o ator está morando sozinho na casa em que dividia com a família – hoje, conta apenas com a companhia de seu buldogue Jacques.

 (/)

E se o começo do processo de separação foi conturbado – Pitt foi acusado de agredir os filhos -, o ex-casal, contando com a ajuda de um conselheiro de família, decidiu seguir adiante com mais calma. “Eu ouvi um advogado dizendo: ‘no tribunal ninguém ganha – é uma questão de quem vai se machucar menos’. E acho que é verdade. Você passa um ano construindo um caso para provar que o outro está errado e você está certo. É um investimento maligno que eu me recuso a fazer. Nossas crianças já estão sofrendo com uma família que foi dividida“, explica.

Desde então, Brad Pitt tem se esforçado para se tornar um homem melhor. O astro de Hollywood afirma estar sóbrio há meses – “só bebo suco de cranberry e água com gás” – e diz estar amando fazer terapia. “Este período está servindo para observar meus erros e fraquezas. Sou um cara que ganhou na loteria, mas perdi meu tempo perseguindo coisas vazias“, analisa.