Brad Pitt não vai brigar legalmente com Angelina Jolie pela custódia dos filhos após divórcio, afirma site

A intenção do ator seria não deixar o processo ainda mais doloroso para os seis filhos do casal.

O processo de divórcio não costuma ser fácil para ninguém. Com os famosos, a situação não é diferente. Além de toda a carga emocional que a situação traz, o processo legal também é complicado. No caso do divórcio dos atores Angelina Jolie, 41 anos, e Brad Pitt, 52 anos, talvez a parte jurídica não seja tão complicada quanto se imaginava. Fontes próximas ao casal afirmaram ao TMZ que Brad não responderá ao pedido de Angelina, que ainda pediu custódia total dos seis filhos do casal, para não deixar o processo ainda mais doloroso para as crianças.

A resposta legal do ator ao pedido da ex deveria ter sido feita até quarta-feira (19), mas não foi registrada. Segundo as fontes disseram ao site americano, Brad quer sim a guarda dos filhos, mas acredita que preencher os papéis com o pedido iria ser o mesmo que oficializar que os dois estão em uma batalha. Angelina poderia aproveitar a falta de resposta para avançar em seu pedido, mas concorda que cuidar da família é mais importante do que começar uma guerra. As fontes disseram que, por causa dessas questões, há grandes chances de o divórcio ser resolvido amigavelmente e de forma privada.