CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Atriz de Hollywood dispara: “o sexismo na indústria de filmes está pior do que nunca”

Emma Thompson se posiciona contra o machismo no ramo, como tantos outros atores e atrizes.

Por Gabriela Kimura Atualizado em 21 jan 2020, 20h29 - Publicado em 21 jul 2015, 16h19

Emma Thompson já ganhou Oscar, interpretou bruxas, comediantes e até uma babá encantada no cinema. Escreveu o roteiro de Razão e Sensibilidade, estrelou séries de TV e até ganhou um BAFTA no começo de sua carreira. Ainda assim, sua aparência parece ser mais importante do que tudo isso na indústria do cinema.

“Eu não acho que exista nenhuma melhora relevante e acredito que, para as mulheres, a questão da aparência está pior do que quando eu era jovem. Então não, não estou impressionada e acho tudo isso uma verdadeira m*”, disse a atriz à Radio Times.

Quando converso com várias artistas mulheres e jovens vejo que estamos falando e escrevendo sempre sobre as mesmas coisas e que nada mudou de lá para cá. Algumas formas de sexismo e dissabores para com as mulheres ficaram ainda mais arraigadas e dominantes.

Em seu último projeto, o longa The Legend of Barney Thomson, ela interpreta uma prostituta de 77 anos e contracena com o ator e diretor Robert Carlyle. Apesar de considerar “preconceituoso com a idade”, o papel valia a pena. “Seria bem melhor que alguém que tivesse 77 anos pegasse esse papel, mas era tão cômico que não consegui resistir”.

Divulgação/The Legend of Barney Thomson
Divulgação/The Legend of Barney Thomson

Continua após a publicidade

A atriz Maggie Gyllenhall também passou por uma situação chata (para dizer o mínimo) sobre essa questão da idade no começo do ano, sendo chamada de “velha demais” (ela tem 37 anos) para interpretar a amante de um homem de 55 anos. E Helen Mirren também não deixou barato a situação, reafirmando o posicionamento de Emma: “É um absurdo! É ridículo. Todas nós assistimos James Bond ficando cada vez mais velho enquanto suas namoradas se tornavam mais e mais jovens. É muito irritante”.

E essa é uma questão de fato para as mulheres na indústria cinematográfica! Uma pesquisa do escritor e produtor Stephen Follows com 422 comédias românticas revelou que as protagonistas têm, em média, quatro anos e meio a menos do que os homens no papel principal. As atrizes Tina Fey (45), Patricia Arquette (47), Julia Louis-Dreyfus (54) e a comediante Amy Schumer fizeram um vídeo falando sobre a questão da idade na escolha dos papeis, lembra?

 

 

Para fugir do machismo e sexismo da indústria, Emma pretende levar sua filha Gaia, de 15 anos, para o festival de Edimburgo na Escócia para assistir as performances solo de Lily Bevan e Jessica Butcher. “Acredito que ela olhe em volta para a cultura predominante e pense ‘nada disso realmente me representa e eu não entendo’ – as revistas, os padrões e as bolsas – nada faz sentido. Então estou animada para que ela veja essas mulheres roteiristas/performers em ação”. Se depender dessas atrizes, cantoras e apresentadoras, Gaia não vai precisar se preocupar: nós temos quem nos represente.

Continua após a publicidade

Publicidade