Ator que interpreta Super-Homem se desculpa após comentário machista

Henry Cavill pede desculpas pelo comentário sobre os movimentos #MeToo e #TimesUp

Henry Cavill, o Super-Homem do filme O Homem de Aço (2013), pediu desculpas publicamente depois de fazer um comentário controverso sobre os movimentos #MeToo e #TimesUp.

Em entrevista à GQ Australia, o ator foi questionado sobre a forma como os movimentos o fizeram refletir sobre seu comportamento com as mulheres. Por mais que ele tenha dito que não se vê como machista, Henry falou sobre a forma “tradicional” de flerte e como ela foi afetada pelos movimentos feministas.

“Há algo maravilhoso sobre um homem perseguindo uma mulher”, disse Cavill. “Eu acho que uma mulher deve ser cortejada e perseguida, mas talvez eu seja antiquado por pensar assim.”

Leia mais: Fátima Bernardes volta à bancada de telejornal após anos longe do JN

Ainda mais, descrevendo a forma como se deve abordar uma mulher, ele disse: “É como: Bem, eu não quero subir e falar com ela, porque eu vou ser chamado de estuprador ou algo assim”.

“Agora você realmente não pode perseguir alguém depois do ‘Não’. Você pensa “OK, legal”. Mas então você se pergunta ‘Oh, por que você desistiu?’ e responde com, ‘Bem, porque eu não queria ir para a cadeia?'”, continua.

Leia mais: WhatsApp libera recurso “fofoqueiro” para todos os usuários

Logo depois da repercussão desse discurso, Henry se posicionou novamente: “Tendo em vista a reação a um artigo em particular sobre meus sentimentos quanto ao namoro e ao movimento #MeToo, eu só queria me desculpar por qualquer confusão e mal-entendido que isso possa ter criado”, disse ele. “Insensibilidade não era absolutamente minha intenção.”

Por fim, o ator finalizou com: “Gostaria apenas de esclarecer e confirmar que sempre mantive e continuarei mantendo as mulheres no mais elevado respeito, independentemente do tipo de relação, seja amizade, profissional ou outra significante. Nunca pretendo desrespeitar de qualquer forma. Essa experiência me ensinou uma lição valiosa sobre o contexto e a nuança das liberdades editoriais. Espero esclarecer minha posição no futuro em relação a um assunto que é tão vitalmente importante e que eu apoio sinceramente”.

Veja mais: Túlio compartilha foto inédita com filho de Fátima: “meu enteado”

Siga CLAUDIA no Instagram!