Ana Furtado corta o cabelo após perder 40% dos fios durante quimioterapia

A apresentadora escreveu um texto para o jornal O Globo em que narra a nova fase: "Renascendo"

Ana Furtado está de novo visual. Após receber o diagnóstico de câncer de mama, a apresentadora da Rede Globo cortou os cabelos e deu um depoimento ao blog de Marina Caruso, no jornal O Globo.

“Eu acredito muito que a doença apareceu na minha vida para dar um novo propósito a ela. Um dos maiores propósitos que tenho hoje, é esse: desmistificar a doença e fortalecer as pessoas e as famílias que passam pelo que eu estou passando”, escreveu no primeiro parágrafo do texto.

Depois, Ana fala sobre a relação dela com seu cabelo. Ela revela que sempre amou os fios e mudava constantemente o visual para representar personagens ou marcar novas fases da vida.

“Sou meio Sansão. A minha força também está no meu cabelo. E ele não se entregou na batalha que travei contra o câncer. Ele foi guerreiro e meu aliado num momento tão difícil e delicado. Quando comecei a perder o cabelo com a quimio fiquei triste e acho que é uma reação normal de qualquer mulher que já passou por isso, mas não me importei caso ficasse careca. Sempre tive a noção que tudo é passageiro.”

 (Pino Gomes/O Globo/Reprodução)

Ela diz que sugeriram o uso de touca de congelamento do couro cabeludo durante a quimioterapia para amenizar a queda. Ela perdeu 40% dos fios durante o tratamento, mas diz que continuar com o cabelo foi uma vitória.

“Resolvi cortar ele então como uma forma de reconhecimento e agradecimento por ele ter sido tão meu parceiro. Tão guerreiro. Dar a chance para ele se renovar por completo. Deixar o que passou e começar uma vida nova!”, desabafou.

“É assim como me sinto e como essa fase se reflete no meu cabelo. Essa é a terceira vez que corto curto e amei o resultado. É diferente mas eu também estou diferente! Aprendi muito, cresci, evolui com a doença. Ele reflete exatamente quem eu sou agora e como eu me sinto: renascendo.”