Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Amy Schumer fala sobre violência que sofreu: ‘eu temi por minha vida’

A comediante Amy Schumer fala sério com Oprah Winfrey sobre o relacionamento abusivo que viveu e sobre ter perdido a virgindade em um estupro.

Por Ligia Helena - Atualizado em 16 jan 2020, 14h56 - Publicado em 27 abr 2018, 11h32

Amy Schumer, estrela de filmes como “Descompensada” e “Viagem das Loucas” foi a convidada de Oprah Winfrey na mais recente edição do podcast SuperSoul Conversations, em que a magnata das comunicações entrevista personalidades. Na conversa com Oprah, Amy falou abertamente, pela primeira vez, do relacionamento abusivo que viveu com um ex-namorado. “Eu temi por minha vida”, ela afirmou, contando que foi agredida e teve de fugir dele. Em outro momento da conversa, a atriz contou que perdeu a virgindade enquanto dormia, e hoje entende que isso foi um estupro.

“Eu me machuquei por acidente várias vezes. Ele não percebia com quanta força ele me agarrava, me chacoalhava ou me empurrava, que eu cairia e bateria em algo e me machucaria”. Oprah contou também das vezes em que sofreu violência, quando tinha 20 anos, e Amy disse “Eu consigo ver a cena dele me arremessando no capô do carro, como se tivesse sido há uma hora… e eu corri dele, segurando meus sapatos na mão e correndo dele, entrando nos quintais das casas, tentando fugir dele porque eu temia por minha vida”.

A atriz dividiu um pensamento que passa pela cabeça de muitas mulheres que são agredidas: “Eu me sentia fora do meu corpo. E pensava: ‘eu não sou essa mulher. Quem é essa mulher? Essa não pode ser eu. Quem é essa mulher fugindo do namorado? Eu não sou esse tipo de mulher’. E então você percebe que não existe esse tipo de mulher. Acontece com todas as mulheres”, explica.

Amy Schumer reconheceu que acreditava no estereótipo das mulheres que sofriam violência e achava que ela não fazia parte desse grupo. “Mas aí você descobre que CEOs. mulheres brilhantes passam por isso…”. Ainda falando do ex-namorado, ela conta que ele a convenceu de que ela não era digna de ser amada, e que ele seria o único capaz de amá-la.

Continua após a publicidade

Em outro momento da conversa, Amy conta que perdeu a virgindade enquanto dormia. “Meu namorado, na época, disse que achava que eu ‘sabia’ que a gente ia fazer sexo (…) Eu, pessoalmente, acho que perdi minha virgindade em um estupro (…) eu não consenti, a gente não tinha conversado sobre isso, não estávamos nesse momento no relacionamento”.

Por isso, hoje, nos shows de stand-up que faz, Amy Schumer procura educar o público enquanto faz rir. “No meu stand-up, eu digo que se ela está dormindo, isso é um ‘não’ (…) quando a gente ouve falar de estupro quando é criança, ouve falar de um cara saltando de trás de uma moita, bem vilão. Ninguém diz que provavelmente o estuprador vai ser alguém que você conhece bem. Pode ser seu marido, seu amigo”.

Amy Schumer casou-se em fevereiro com o chef de cozinha Chris Fischer, em uma cerimônia surpresa na Califórnia. Ela diz que o casamento a deu “calma, paz e conforto”. Atualmente ela está promovendo seu novo filme, a comédia “Sexy por Acidente“, que estreia no Brasil em 10 de maio.

Publicidade