5 motivos por que estamos torcendo para Dayse vencer o Masterchef

Para chegar à final, Dayse teve de enfrentar o machismo dos competidores e vencer cinco provas individuais

Nesta terça-feira (13), a Band transmite a final do MasterChef Profissionais. Na disputa, estão Marcelo Verde, 27 anos, e Dayse Paparoto, 31, mas já temos torcida declarada pela vitória de Dayse. Elencamos cinco motivos para torcer pela cozinheira:

1. Para chegar à final, Dayse passou não apenas por provas julgadas pelo trio de jurados criteriosos, mas por atitudes machistas dos colegas 

No decorrer do programa, ela esteve diversas vezes no foco do machismo praticado por adversários homens, expondo o sexismo presente nas cozinhas profissionais. Em alguns momentos, eles riam com a simples menção ao seu nome. Um dos mais ativos contra ela, Ivo Lopes, já havia sido seu chefe fora do programa. Em uma ocasião durante a competição, ele e outros companheiros de equipe ignoraram instruções de Dayse; em seguida, o chef disse que ela deveria “pegar uma vassoura e varrer chão” caso discordasse de decisões suas. 

Leia também: Episódio de MasterChef expõe o machismo na cozinha profissional

No vídeo abaixo, foram reunidos alguns dos desaforos que Dayse teve de ouvir para continuar na disputa:

 

2. Ela venceu nada menos que cinco provas individuais ao longo do programa 

Dayse mostrou que sabe cozinhar, apesar de todas as críticas! E o esforço dobrado para mostrar a qualidade do seu trabalho veio desde o o início da carreira. Quando ainda estudava Gastronomia, foi escolhida para ser estagiária do renomado chef Laurent Suaudeau, quando saiu de sua cidade Mogi das Cruzes e foi para São Paulo. O esforço marcou seus braços com cortes e queimaduras. “Sempre tive que ser meio bruta para conseguir me manter em um emprego, porque o chef coloca as meninas na salada e eu não queria salada, queria fogão, ser subchef, chef”, contou ao portal UOL

 

52884-52389-dayse1

 (/)

3. Na últimas fases, ela era a única mulher competindo – e gostaríamos de ver mais mulheres na cozinha profissional! 

Na reta final do programa, quatro competidores homens disputavam com Dayse as vagas para a semifinal. Antes do início das provas, a apresentadora Ana Paula Padrão pediu que os cozinheiros apontassem quem consideram “menos ameaçador”. O nome de Dayse foi praticamente unânime na escolha dos colegas. Na hora da prova, ela surpreendeu e fez o melhor prato na prova da “caixa surpresa” com ingredientes finos, como caviar, foie gras e champanhe. 

Leia também: 5 provas de que Paola Carosella vai além de ser uma masterchef

4. Ela dá as melhores respostas para os desaforos dos colegas

Dayse não se deixou abater pelos comentários maldosos dos adversários. Na semifinal, durante a segunda prova da noite e com Marcelo já classificado para a final, Dayse teve que lidar com as distrações do competidor. Marcelo, que costuma fazer comentários negativos sobre a competidora, questionou: “Dayse, tem alguma coisa para oferecer? Aí eu torço para você”. Sem irritação, ela respondeu: “Eu não preciso que ninguém torça por mim, mesmo que todo mundo desacredite, eu vou tentar fazer o meu melhor”.

Dayse acabou ganhando a outra vaga para a final, eliminando Dário Costa, que não se conformou em ter sido derrotado por ela. “Sinceramente eu não esperava perder para ela, eu acho que teve muita gente com um nível técnico, nível de conhecimento maior do que o dela que já saiu”, afirmou no vídeo de despedida. Enquanto isso, as redes sociais vibravam a cada resposta ou vitória sua.

5. Marcelo, último adversário de Dayse, comemorou vitória antes da hora quando viu que a enfrentaria na final

Quando foi feito o anúncio de que Dayse iria para final, Marcelo cantou vitória ao lado da competidora. “Eu vou ser campeão! Não acredito!”, gritava. Hoje à noite, eles cozinham pelo título e veremos se Marcelo confirma toda sua confiança.

Leia também: 6 lições de vida que precisamos aprender com Jiang Pu, do Masterchef