CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

A dieta para as chocólatras

Emagreça até 3 kg por semana com um cardápio que acostuma o paladar ao sabor amargo. Ele ajuda a diminuir aquela vontade de comer uma caixa inteira de bombons

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 12h15 - Publicado em 28 out 2008, 21h00

A atriz Paola Oliveira aprendeu a tomar 
chás sem açúcar há pouco tempo
Foto: Fernando Azevedo

Você monta aquele prato de dar orgulho em nutricionista: cheio de folhas, com poucos carboidratos e nada de fritura. Depois do almoço, dá vontade de comer um docinho. O que era para ser um inofensivo bombom vira dois, três… Quando você se dá conta, comeu a caixa toda.

Todo mundo sabe que o açúcar acaba com qualquer dieta. A novidade é que há alimentos que ajudam a diminuir o desejo por doces. Ao comer mais vegetais escuros, frutas cítricas e chocolate amargo (esse pode!) você acostuma o paladar a sabores menos açucarados. Depois, acaba até enjoando de comer tanto doce! E emagrece que é uma beleza… ?A dieta do amargo ajuda a queimar até 3 quilos por semana?, afirma a nutróloga Daniela Hueb, de Bauru.

Daniela ensina que esses alimentos ajudam o fígado a eliminar toxinas. ?Aposte no sabor amargo nas refeições principais?, recomenda.

Chocólatra, a atriz Paola Oliveira, que protagonizou Letícia na novela global “Ciranda de Pedra”, já conhece o poder dos cardápios menos adocicados. ?Aprendi a tomar chás sem açúcar há pouco tempo. Gosto de chá verde e também bebo os de camomila e boldo.”, conta ela, que emagreceu 6 quilos controlando a compulsão por doces. 

Opções saudáveis

Veja os alimentos que ajudam a perder peso e controlar o desejo por doces. Tome chás e sucos sem açúcar ou adoçante!

Vegetais: acelga, agrião, aipo, almeirão, berinjela, catalônia, chicória, couve, endívia, escarola, espinafre, jiló, nabo, quiabo, rabanete e rúcula

Chás: alecrim, boldo, camomila, carqueja, erva-doce, garcínia, melissa, chá preto, chá verde

Sucos: acerola, limonada suíça (inclui a casca do limão)

Continua após a publicidade

Publicidade