Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Quarto de bebê moderninho

No lar paulistano do casal Hartmann, as cores são parte importante do cenário

Por Texto: Fabiana de Toledo Oliveira Atualizado em 19 fev 2020, 13h10 - Publicado em 28 jan 2017, 10h00

Uma combinação de tons alegres foi escolhida para decorar o dormitório de Leonardo, primeiro filho do securitário Leandro e de Cristiane, autora do blog A Melhor Casa do Mundo. “Queria um projeto descolado e duradouro, que combinasse com o nosso perfil”, diz a mamãe. 

Para transformar o cômodo até então usado como quarto de hóspedes em refúgio para seu pequeno, ela teve de suar: pesquisou um bocado, garimpou peças, botou a mão na massa e ainda escalou seu pai para dar uma forcinha. “Foi um baita desafio fugir do convencional e conferir identidade própria ao espaço, mas gostei tanto do resultado que não quero mais sair daqui”, derrete-se Cristiane.

Antes: 

Paleta planejada nos mínimos detalhes

❚ Todas as paredes foram tingidas de cinza-claro – depois, uma delas ainda ganhou listras. “Optei pela pintura para poder criar o padrão exatamente como queria: defini a ordem das cores e a largura das faixas, mantendo o cinza do fundo em algumas delas – isso facilitou o trabalho de fazer as marcações, com trena, giz e fita-crepe, e de pintar”, explica. O pai da moça, então, aplicou as tintas – um tom por vez, com um rolo diferente para cada. 

❚ Na primeira versão da pintura, o azul era acompanhado pelo amarelo, mas a moradora percebeu que os itens decorativos que ela já possuía, também amarelos, acabavam sumindo quando colocados junto à parede, por causa da falta de contraste. Decidiu, portanto, cobrir essas faixas com um cinza mais escuro. Desse modo, a nova combinação passou a destacar as peças em vez de ofuscá-las – repare na luminária na foto acima! 

❚ Manter-se fiel, na medida do possível, à trinca de cinza, azul e amarelo foi o segredo para tornar harmônica a mistura de padronagens no kit de berço, na roupa de cama e nas almofadas. 

Continua após a publicidade

❚ “Optei por berço, cômoda, bicama e nichos brancos justamente para poder ousar nas tonalidades e estampas dos demais objetos”, diz a mamãe, que ganhou uma poltrona de segunda mão da mesma cor.

Depois: 

Fotos: Alessandro Gruetzmacher

O antigo ganha cara nova e toques de cor

❚ Para atualizar a aparência ultrapassada do armário sem gastar tanto, a solução foi aplicar laca apenas na parte externa. “É uma alternativa prática e eficiente. A equipe contratada retirou as portas para levar e pintou o restante aqui mesmo”, conta Cristiane.

❚ Um módulo azul com prateleira e uma minicômoda com três gavetas foram encomendados a um marceneiro – feitos sob medida, eles se encaixam perfeitamente nos vãos do guarda-roupa. 

❚ Além da peça colorida de marcenaria, a brancura do móvel embutido é quebrada pelo pedaço de tecido adesivo estampado que a própria moradora aplicou no fundo do nicho com prateleiras.

Continua após a publicidade
Publicidade