Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Cozinha e sala de jantar para exibir

O chef não fica de fora da conversa nesta proposta de ambientes integrados, prática no dia a dia e encantadora na hora de receber as visitas.

Por Texto Mônica Torres / Reportagem visual Juliana Corvacho Atualizado em 19 fev 2020, 14h21 - Publicado em 3 ago 2015, 00h00

Afim de criar um projeto arrasador em uma planta de metragem contadinha, Minhacasa convocou os arquitetos Alice Martins e Flávio Butti, do escritório AMFB, que planejaram os mínimos detalhes desta cozinha com ilha integrada à sala de jantar. Materiais inovadores entraram em cena para compor o visual moderno sem abrir mão da funcionalidade, enquanto o uso de armários prontos – e o mínimo de marcenaria – ajudou  a manter o orçamento dentro do desejado.

Parceria infalível

O amarelo é a estrela, mas comparece em poucos itens. “Isso permite mudar a cara do ambiente sem precisar trocar muita coisa”, diz Alice. O tom vivo é acompanhado por seu melhor amigo,  o cinza. “Eles se complementam de forma  que um não apaga o outro”, observa a arquiteta. Toques de preto e branco fecham a paleta.

Soluções para um jantar lindo e convidativo

“Embora nenhuma coifa ou depurador consiga evitar totalmente que o cheiro de comida se espalhe, é essencial prever a instalação de um aparelho do tipo em projetos de cozinha e sala integradas”, aponta Alice. O equipamento tem ainda função estética, pois ajuda a delimitar os espaços. Assim, a arquiteta aconselha investir em  um modelo potente  e com design atraente.

O conjunto de jantar não deixa o visual carregado. “O tampo de vidro da mesa traz leveza”, afirma a profissional. Nesse caso, tem a vantagem adicional de não bloquear a luz que vem da varanda. O fato de as cadeiras terem assento e encosto vazados permite que elas cumpram esses mesmos papéis, e diminui o peso do amarelo vibrante.

A luminária que reúne vários pendentes sobre a mesa é moderna e atual. “A lâmpada mais baixa deve ficar a cerca de 70 cm do tampo”, lembra Alice. Na pág. 50, você aprende  a montar uma peça igual.

Na parede da entrada,  a lousa confere charme. Trata-se de um laminado pronto para rabiscar. Apesar de mais caro, é também mais resistente ao pó de giz, que, no caso da tinta esmalte fosca, vai se acumulando sobre a superfície até exigir retoques na pintura.

Em contraste com o piso cinza da sala, o deque de madeira na varanda aquece e traz aconchego.

Brilho e luz junto à pia

A parede atrás da pia deve receber azulejo, certo? Nem sempre. Uma boa alternativa pode ser o vidro – fácil de limpar, dispensa rejunte e, no caso do temperado 8 mm ou mais espesso, pode até ficar próximo ao fogão. A instalação de um painel de 1,90 x 0,60 m requer furação para quatro botões franceses e aplicação de silicone nas laterais para evitar a umidade. “O resultado compensa, pois o vidro apresenta um brilho superbonito e pode ser colorido”, observa Alice. Como o material pintado pode custar bem caro, a saída foi comprar um painel transparente – por menos da metade do preço! – e tingir a parede atrás dele de amarelo.

Continua após a publicidade

Os armários reúnem acabamentos em padrão amadeirado, que aquece, e branco, que clareia a área.

Integração sem aperto

O trânsito livre entre o balcão americano (1) e a bancada da pia (2) fica assegurado com 1 m de distância entre esses elementos.

A mesa de jantar redonda (3) também foi pensada para favorecer a circulação.

Inox e concreto se destacam na cozinha

Um dos elementos centrais do projeto, o balcão americano reúne estrutura de concreto, módulos prontos (um gabinete com duas portas e outro com toalheiro) e marcenaria (o nicho do micro-ondas e o abaixo desse). Do lado da sala (veja na pág. 43) , o acabamento com laminado (Formica) que imita aço inox confere um toque do estilo industrial.

Outro destaque é o tampo revestido de cimento queimado. “É fácil de limpar e tão resistente quanto o granito, mas com acabamento mais uniforme, sendo uma opção coerente com um projeto moderno. Outra vantagem é que pode ser feito na própria obra”, justifica Alice. Em nome da unidade visual, o material se repete na bancada da pia.

E foi também em busca de unidade que os arquitetos decidiram pela instalação do mesmo piso na cozinha e no jantar. As placas, que têm aparência de cimento queimado e, portanto, remetem aos tampos do balcão e da pia, medem 80 x 80 cm. “É comum imaginar que um ambiente pequeno pede um modelo de piso pequeno, mas é justamente o contrário – quanto maiores as peças, menor a quantidade de emendas aparentes e, portanto, maior a amplitude visual”, explica

Na parede da lateral  do balcão, o portautensílios também oferece lugar a vasinhos.

Sobre a mesa de jantar, vaso Dalian Cinza , de 18 cm de diâmetro x 17 cm de altura (Etna, R$  89,99), com astromélias brancas (Shopping Garden Sul, R$ 12,99); taças de vinho Imperatriz , de 350 ml, da Nadir Figueiredo (Preçolandia, R$  7,90 cada); pratos fundos de porcelana Toomy (Etna, R$ 19,99 cada); guardanapos de tecido (Roupa de Mesa, R$  14 cada); e lugar americano Geb Cinza D38 , de 30 cm de diâmetro (Etna, R$ 12,99).*

* Preços pesquisados em julho de 2015

Continua após a publicidade
Publicidade