Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Cores vivas trazem novo visual para esta sala

Trocar a parede vermelha pela branca foi como abrir uma janela na sala

Por Minha Casa Digital Atualizado em 19 fev 2020, 14h43 - Publicado em 10 abr 2015, 11h00

A sala dos engenheiros de segurança do trabalho Suhelem Cristina Pinto Vieira e Murilo Ribeiro Cardoso se encheu de luz após a mudança de cor da parede. “Descobrimos que, ao optar pela pintura em tom fechado e pelos móveis marrons e amadeirados, sem querer acabamos escurecendo o cômodo”, conta a moça.

Continua após a publicidade

Para resolver a questão, os moradores de Belém convocaram a designer de interiores Marilza Gusmão, que apostou em uma base neutra e reintroduziu as tonalidades vivas – só que, dessa vez, de forma mais bem-dosada.

Continua após a publicidade

Soluções caseiras

Continua após a publicidade

Para trazer o colorido que os moradores queriam, Marilza elegeu algumas peças que eles já tinham e as colocou em posição de destaque – caso do banquinho com assento revestido de pastilhas, feito pela própria designer, que também é artesã.

Continua após a publicidade

Por questão de economia, foram mantidos ainda sofá, rack com painel, mesas laterais, tapete e pufes – esses ganharam novo forro, amarelo.

Continua após a publicidade

“Quando soube que o Murilo é fotógrafo e dispõe de um acervo incrível, decidi: a parede atrás do estofado seria preenchida com suas fotos”, diz Marilza. As imagens emolduradas foram alinhadas pela largura do móvel.

7,85 m² renovados sem revolução

❚ O rack (1) permaneceu no mesmo lugar. A nova estante (2) feita sob medida ocupa o vão restante da parede.

❚ No lado oposto, sofá e mesinhas também ficaram nas mesmas posições.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade