CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Apartamento de 36 m²: soluções inteligentes otimizam espaços

Com algum investimento, a metragem enxuta é mais que suficiente para uma pessoa. O segredo é aproveitar a área com móveis sob medida e personalizados

Por Texto: Joana L. Baracuhy e Daniel John Furuno (colaboração) | Reportagem visual: Deborah Apsan | Fotos: Cacá Bratke Atualizado em 19 fev 2020, 11h44 - Publicado em 23 out 2017, 13h34

Quando, enfim, conseguiu juntar dinheiro para comprar seu primeiro apartamento, Fernando Henrique Augusto elegeu este ultracompacto por causa do preço e da localização, perto do banco onde trabalha. À procura de um profissional afinado com seu estilo para cuidar da necessária reforma no imóvel usado, ele chegou ao portfólio do designer de interiores Gabriel Valdivieso, que propôs, então, um projeto com visual jovem, porém sóbrio e masculino, incluindo mobiliário desenhado e produzido sob medida. “Certas modificações parecem ter ampliado a área. A gente olha para o lado, e cada coisinha faz sentido”, aprova o proprietário.

Paleta com toque pessoal

º Com exceção do banheiro, todos os ambientes têm piso de cimento queimado, aplicado em quadrados de 1,20 x 1,20 m. “É um acabamento nobre, uniforme, versátil e autêntico”, opina Gabriel.

º O tom de cimento comparece também no trecho da TV – na laca revestindo o rack e na pintura dessa parede e da vizinha, executada pelo artista César Melo, que cobriu delicadamente o fundo cinza com tinta branca para obter o efeito esfumado.

º “Notei logo no início o gosto do Fernando por azul”, conta Gabriel, apontando que a cor dá as caras em quase todos os cômodos, a começar por sofá e tapete no estar.

Adeus, divisória

Ilustração Alice Campoy/Minha Casa

º Contrariando a noção de que cozinha americana é sempre prática e bem-vinda, foi eliminada a barreira que segmentava demais a planta e obstruía a circulação. Assim, vieram abaixo a antiga bancada (1) – “alta demais e desconfortável”, segundo o designer – e a parede (2) que demarcava um corredor pouco útil.

º Bastou esse toque para liberar espaço no coração do apartamento. Bem nesse trecho, foi posicionada a mesa de jantar (3), que o morador também acaba usando como home office.

Funcional, bonito e em conta

Continua após a publicidade

Cacá Bratke/Minha Casa

º Notou que ao lado da mesa de jantar há um armário com portas espelhadas? A engenhosa peça de marcenaria acomoda equipamentos e produtos de limpeza junto à area de refeições sem pesar no visual.

º Na cozinha, chamam a atenção os azulejos com estampa discreta, porém marcante, que cobrem o trecho entre a pia e os armários superiores (modelo Traço, 15,4 x 15,4 cm, da Lurca). A fim de criar continuidade visual, o mesmo revestimento foi aplicado na lavanderia.

Cacá Bratke/Minha Casa

º Em nome da economia, a antiga bancada de granito branco itaúnas foi reaproveitada.

Luz e cores na ala íntima

Cacá Bratke/Minha Casa

º Em tom esverdeado, a cabeceira da cama embute iluminação, criando na parede um efeito de luz indireta similar ao projetado pela arandela de alumínio na sala de estar (veja na foto que abre esta matéria).

Cacá Bratke/Minha Casa

º O azul, queridinho do morador, aparece novamente no banheiro – é a cor das pastilhas de5 x 5 cm, da Cerâmica Atlas, que cobrem o piso e formam o rodapé. Já para as paredes, a escolha recaiu sobre as brancas o formato 5 x 10 cm, o mesmo fabricante.

º A exemplo do que ocorreu com a bancada da cozinha, o desejo de reduzir gastos determinou a manutenção dos gavetões em bom estado sob a pia do banheiro.

Continua após a publicidade

Publicidade