Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Quem era Deivison Kellrs, cantor da banda Torpedo que morreu aos 30 anos

Vítima de um câncer de fígado, o cantor junto com sua Banda Torpedo arrastava multidões de fãs do brega pernambucano.

Por Da Redação - Atualizado em 16 jan 2020, 10h19 - Publicado em 20 ago 2018, 10h20

Morreu no domingo (19), aos 30 anos, o cantor Deivison Kellrs, vocalista da Banda Torpedo. Ele sofria de câncer no fígado e estava internado desde 4 de agosto. Se você não é fã de brega, talvez não saiba quem é esse artista. Mas a morte dele causou imensa comoção na internet, gerando mais de 500 mil pesquisas no Google ao longo do domingo.

O brega pernambucano é um fenômeno em expansão, que fazia sucesso local e atualmente se espalha pelo país. Banda Lapada, Musa do Calypso e Banda Sedutora são alguns dos nomes que, ao lado da Banda Torpedo, produzem hits românticos e contam histórias tristes em suas letras.

Ex-garçom, Deivison era um dos maiores expoentes do estilo. Ao lado da cantora Tayara Andreza – e, posteriormente, de Francyne Roper -, ele falava de amor com melancolia, como no sucesso “Como a Culpa é Minha“.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=66&v=MzDCPehhhgM

Traições e histórias melancólicas embalaram o sucesso da banda. Infelizmente as histórias tristes não ficaram restritas às músicas da Torpedo. No meio de 2017 Deivison anunciou aos fãs que estava com um câncer no fígado, e na época já se encontrava debilitado. Os fãs se mobilizaram para ajudá-lo, e viviam publicando mensagens de apoio nas redes sociais, bem como outros artistas da cena brega.

O mais recentes sucesso da Banda Torpedo era a música “Fase Ruim“, que embora fale de amor, ganhou um significado mais profundo depois que Deivison revelou ter câncer. O verso “Isso é só uma fase ruim, não acabe com a gente assim” virou hino para os fãs da Torpedo, que, além de enfrentarem com o cantor o câncer, perderam repentinamente um membro da banda, o baixista Duda Bass, que teve um AVC em novembro de 2017 e morreu.

O velório de Deivison acontece nesta segunda (20), na Câmara dos Vereadores do Recife, aberto ao público até às 12h. O enterro será no cemitério de Santo Amaro, também no Recife, às 15h.

Continua após a publicidade
Publicidade