Max Von Sydow, um dos mais aclamados atores do cinema, morre aos 90 anos

Aclamado por colegas e diretores, ele era conhecido pelo grande público como " O Exorcista" e "O Corvo de Três Olhos" (da série Game of Thrones)

Ele fez filmes considerados clássicos do cinema.

Estrelou peças de sucesso na Broadway, mas será sempre lembrado na cultura pop por dois papéis: O Exorcista e o Corvo de Três Olhos (da série Game of Thrones).

O ator sueco Max Von Sydow faleceu hoje (9), aos 90 anos. A confirmação foi feita por e-mail pela viúva do ator, Catherine, que não revelou a causa da morte.

Sua voz grave, sua altura (tinha mais de 1m 90) e sua postura imponente contribuíram para papéis de figuras de liderança ou misteriosas, muitas vezes, o vilão da história. Desde os anos 60 era uma figura constante no cinema americano, tendo aparecido mais recentemente em filmes como “Minority Report”, “Star Wars”, “Hannah e suas irmãs” e “O Escafandro e a Borboleta”.  “Eu gostaria de ter maior variedade na oferta de papéis nos filmes americanos, do tipo de papéis que me oferecem na Europa. Infelizmente só me oferecem cópias exatas dos papéis que já interpretei antes”, ele reclamou em uma entrevista ainda nos anos 1980. 

Seu último papel de destaque foi na aclamada série da HBO, “Game of Thrones”. Ele participou de duas temporadas como o enigmático bruxo Targaryen mais conhecido como “Corvo de Três Olhos”, que, apesar de coadjuvante, tem um papel relevante na trama da saga. Ele foi indicado ao Emmy por sua colaboração.

Ator Favorito de Bergman

Von Sydow ganhou fama internacional através dos filmes de outro sueco, o diretor Ingmar BergmanBergman é considerado um dos maiores e mais influentes diretores da História do Cinema, dono de um estilo próprio, frequentemente referido como bergniano. Para ícones como Martin Scorcerse, Bergman era quase um deus. E, para Bergman, von Sydow não era desse planeta. Ele era seu ator predileto e que estrelou vários filmes dele, inclusive um dos maiores clássicos da tela, O Sétimo Selo. “Bergman usa muito tempo e pensamento para construir a emoção”, elogiou o ator.

 (Vera Anderson/WireImage/Getty Images)

Para quem ficou para sempre lembrado como o exorcista, é irônico que o primeiro papel de von Sydow em Hollywood tenha sido interpretando Jesus Cristo em “A Maior História de Todos os Tempos”, em 1965. Quando William Friedkin o chamou para fazer o maior clássico dos filmes de terror de todos os tempos, em 1973, foi preciso envelhecer o (ainda jovem) von Sydow para interpretar o padre Merrin. Ao longo de sua carreira – que somou 70 anos – von Sydow foi indicado ao Oscar duas vezes apenas: em 1988, quando estrelou o cult dinamarquês ‘Pelle, o Conquistador’ e em 2011, por “Tão Forte e tão Perto’. “Eu não sonhava em fazer cinema quando era jovem, eu queria fazer Teatro”, ele falou em uma entrevista ao The Wall Street Journal.

 Von Sydow vivia com sua família na França. Considerado um dos maiores atores de todos os tempos, a notícia de sua morte entristeceu colegas com quem trabalhou. A melhor definição de como era von Sydow, o ator, veio (claro) de Bergman, que, antes de falecer em 2007 disse a ele: “Max, você foi o primeiro e o melhor Stradivarius (considerado o melhor violino) que jamais tive em minhas mãos”, ele afirmou.

Aproveite a própria companhia e saia mais sozinha:

%d blogueiros gostam disto: