CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Marcha das Mulheres reuniu mais de 4 milhões de pessoas

Protesto contra o presidente Donald Trump já contabiliza mais de 670 passeatas

Por Fernanda Tsuji Atualizado em 20 jan 2020, 22h25 - Publicado em 21 jan 2017, 15h31

Enquanto na noite de sexta (20), Donald Trump dançava no Baile inaugural de sua posse como presidente dos Estados Unidos, na manhã de sábado (21), muitos americanos acordaram cedo para começar a tomar as ruas de Washington.

WASHINGTON, DC - JANUARY 21: Protesters attend the Women's March on Washington on January 21, 2017 in Washington, DC. Large crowds are attending the anti-Trump rally a day after U.S. President Donald Trump was sworn in as the 45th U.S. president. (Photo by Mario Tama/Getty Images)

Milhares de pessoas se organizaram para protestar contra Trump na Marcha das Mulheres, que esperava reunir 200 mil pessoas, mas contabilizou mais de 4,721,500 no mundo todo, segundo dados do site oficial. A Women’s March reuniu somente nos EUA  3,1 milhões de pessoas e já é considerado o protesto com mais pessoas da história do país.

O ato contagiou outros continentes, onde 673 passeatas também aconteceram em países como França, Itália, Holanda, África do Sul, Peru, Japão, Finlândia e República Tcheca. No Brasil, a manifestação aconteceu no Rio de Janeiro.

View this post on Instagram

#WomensMarch attendees gather near the #EiffelTower in #Paris (📷: ERIC FEFERBERG/AFP/Getty Images)

A post shared by CNN (@cnn) on

Os manifestantes enxergam na eleição de Trump, o começo de um movimento conservador que pode retroceder  as conquistas dos direito das mulheres, da comunidade LGBT, além de ferir interesses de minorias, como imigrantes, deficientes físicos e muçulmanos.

Manifesto em Amsterdã
Manifesto em Amsterdã Dean Mouhtaropoulos / Getty Images/Getty Images

View this post on Instagram

And I fight like a girl💪🏽 . . This impeachment is taking too damn long! #womensmarch #womensmarch2017 @womensmarch

A post shared by Yandy Smith-Harris (@yandysmith) on

O principal motivo do protesto é fazer frente aos posicionamentos sexistas, misóginos e preconceituosos do presidente mostrando que esta parcela dos americanos não compactua com os pensamentos de Trump.

Leia também: A cara de Michelle Obama ao ganhar caixa de Melania é impagável

womensmarch-nation

Diversas ONGs também aderiram, fazendo valer sua voz para defender os direitos civis, o meio ambiente e os movimentos pró-aborto e de planejamento familiar.

Continua após a publicidade

A ideia surgiu com uma vovó havaiana chamada Teresa Shook, que plantou a ~sementinha~ da “Women’s March on Washington“. O ato foi marcado propositalmente um dia após a posse de Trump para ser ainda mais significativa. “Vamos fazer isso logo no primeiro dia da presidência, porque queremos deixar uma mensagem. Nós estamos aqui, nós estamos de olho”, contou Breanne Butler, uma das organizadoras, ao New York Times.

Assista ao Women’s March on Washington AO VIVO:

 

Famosas também aderiram ao movimento e saíram às ruas, enquanto outras fizeram questão de serem oradoras do evento, como America Ferrara, MadonnaScarlett Johansson.  “Bem vindos a revolução do amor. A rebelião. A nossa recusa, como mulheres, de aceitar essa era de tirania. Onde não apenas mulheres estão em perigo, mas todas as pessoas marginalizadas. Onde pessoas unicamente diferentes podem ser consideradas um crime. Precisou desta escuridão para nos acordar… Eu escolho o amor”, declarou Madonna. 

View this post on Instagram

I love women. I live for my two daughters. And I am full of pride and unity with all women today.

A post shared by Drew Barrymore (@drewbarrymore) on

https://www.instagram.com/p/BPie-tSBxa6/?taken-by=mileycyrus

View this post on Instagram

Representing here at Sundance! #womensmarch #marchonmain

A post shared by Charlize Theron (@charlizeafrica) on

View this post on Instagram

Because our power is your power! #womensmarch #womensmarchlosangeles

A post shared by Thaila Ayala (@thailaayala) on

View this post on Instagram

@womensmarch 💋

A post shared by Jessica Chastain (@jessicachastain) on

View this post on Instagram

With My Girl Amy at the Women's March in D.C. We Go Hard or We Go Home. 💪🏻🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🏃‍♀️🇺🇸

A post shared by Madonna (@madonna) on

View this post on Instagram

just wanna be =

A post shared by KATY PERRY (@katyperry) on

Continua após a publicidade

Publicidade