Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Drik Barbosa abre Festival Favela em Casa com show online nesta sexta

Com transmissão ao vivo, o evento ainda conta com show de Jup do Bairro, Rap Plus Size e palestra sobre carreira e literatura

Por Gabriela Teixeira (colaboradora) - Atualizado em 23 set 2020, 19h10 - Publicado em 18 set 2020, 16h31

Mais de 35 atrações, 12 horas de programação e três dias consecutivos. Assim será o Festival Favela em Casa, que acontecerá nos dias 18, 19 e 20 de setembro. Criado com o intuito de promover a arte e cultura das periferias e divulgar artistas independentes, o evento, que conta com o apoio do Sesc São Paulo, é uma iniciativa do coletivo Favela em Casa.

“Criamos um festival para ser gerenciado e produzido por uma equipe composta, majoritariamente, por pessoas periféricas, pretas e independentes, protagonistas e responsáveis pela condução da narrativa que queremos compartilhar”, explicou Andressa Oliveira, idealizadora da ação, que contará com shows online de música, performances de dança e teatro e apresentações artísticas de profissionais da literatura, artes visuais, do cinema e pensadores. Também será realizada uma série de debates sobre carreira, memória e literatura.

Para o fotógrafo e articulador cultural Marcelo Rocha, o evento é um sonho realizado: “o festival surgiu do nosso sonho de movimentar e incentivar os artistas das nossas comunidades, especialmente nesse momento de pandemia. Esse nosso sonho se tornou maior com a parceria do Sesc, que foi fundamental para a visibilidade dos nossos artistas e da nossa causa, que também passa pela sustentabilidade socioeconômica dos trabalhadores da cultura nas favelas.”

A cantora Drik Barbosa será a primeira atração do evento nesta sexta-feira (18), com transmissão a partir das 19h no Instagram e YouTube do Sesc. Para acompanhar o line up completo, é só se conectar no canal do Festival Favela em Casa no Youtube e Instagram. Além disso, nove unidades do Sesc também transmitirão trechos da programação em suas redes sociais. São elas: Campo Limpo, Carmo, Itaquera, Ipiranga, Parque Dom Pedro II, Santana, Santo André, São Caetano e Vila Mariana.

Confira a programação completa:

Festival Favela em Casa/Divulgação

O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

Continua após a publicidade
Publicidade