Clique e assine com até 75% de desconto

Chadwick Boseman pode ser indicado ao Oscar por filme inédito da Netflix

De acordo com a Variety, a plataforma promoverá uma campanha para que Chadwick concorra como Melhor Ator por "A Voz Suprema do Blues"

Por Da Redação Atualizado em 22 out 2020, 13h01 - Publicado em 22 out 2020, 13h30

Chadwick Boseman tem chance de concorrer na próxima temporada de premiações. De acordo com a revista Variety, a Netflix está planejando uma campanha para que o ator seja indicado na categoria de Melhor Ator no Oscar por sua atuação em A Voz Suprema do Blues.

O filme, que será lançado no dia 18 de dezembro, foi o último trabalho de Boseman antes de falecer, em agosto. Na produção, ele contracena com Viola Davis (Ma Rainey). O filme é baseado na peça teatral Mãe do Blues, encenada em 1982, e remonta a uma Chicago de 1927, explorando a tensão racial na indústria musical, enquanto produtores brancos lucravam com artistas negros.

Adaptada por Ruben Santiago-Hudson e produzida por Todd Black e Denzel Washington, a produção traz Boseman no papel de Leeve, um trompetista que batalha para ser reconhecido no mundo da música.

Chadwick Boseman como Levee, em A Voz Suprema do Blues IMDb/Divulgação

Em inglês, a obra tem o nome de Ma Rainey’s Black Bottom, deixando claro o protagonismo da personagem de Viola Davis. Mesmo assim, Levee é considerado o co-protagonista da trama. Pelo espetáculo original, Theresa Merritt (Ma Rainey) e Charles S. Dutton (Levee) foram indicados nas categorias de Atriz e Ator ao Tony Awards.

Também não se descarta a hipótese de que ele concorra a Ator Coadjuvante por Destacamento Blood – que estreou em junho.

Se for realmente nomeado como Melhor Ator, Boseman será o primeiro candidato póstumo na categoria desde Massimo Troisi, por O Carteiro e o Poeta, em 1995. Caso seja indicado para Melhor Ator Coadjuvante, ele será a terceira pessoa na história do Oscar com o feito, seguindo Ralph Richardson e Heath Ledger.

O trailer oficial de A Voz Suprema do Blues foi lançado pela Netflix na última segunda-feira (19). Assista abaixo:

Estou com câncer de mama. E agora?

Continua após a publicidade
Publicidade