CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Ataque dos Cães: tudo sobre o filme que lidera a corrida do Oscar 2022

Longa dirigido por Jane Campion, disponível na Netflix, tem 12 indicações à estatueta

Por Paula Jacob 8 fev 2022, 12h30

A lista de indicados do Oscar 2022 saiu – quem aí está animada para a premiação? Entre as surpresas e os esnobes, Ataque dos Cães se destaca com 12 nomeações. O filme de Jane Campion, disponível na Netflix, é adaptado do livro The Power of the Dog, de Thomas Savage, e marca a volta da diretora (aclamada por O Piano) às telas após um hiato de 12 anos. A diretora é a única mulher a concorrer a melhor direção nesta edição e a única na história do Oscar a ser nomeada duas vezes na categoria.

Revisitando suas fórmulas bonitas de usar o meio para causar sensações nos seus personagens, ela nos coloca no centro da vegetação da Nova Zelândia para contar a história de disputa entre dois irmãos. Phil Burbank (Benedict Cumberbatch) é um fazendeiro dedicado ao trabalho e às tradições empreendedoras de sua família que, ao descobrir a nova namorada do irmão, George Burbank (Jesse Plemons), trava uma batalha silenciosa com ele. A tensão cresce ainda mais quando Rose Gordon (Kirsten Dunst) e o filho Peter (Kodi Smit-McPhee) se mudam para a casa dos Burbank.

 

Ataque dos Cães
Kirsten Dunst e Jesse Plemons concorrem ao Oscar de atuação coadjuvante Netflix/Divulgação

Phil, então, busca incessantemente marcar seu território desmerecendo a presença de Rose – que se entrega ao alcoolismo – e desdenhando da masculinidade diante de Peter. Poderia ser algo que ficasse no lugar comum do “irmão vs. irmão”, mas Jane Campion consegue emocionar com nuances poéticas os dramas internos de cada personagem que orbitam essa dinâmica familiar complexa. 

Peter, por exemplo, adora a natureza e cria arranjos florais usando papel. Ao passo que sua delicadeza diante da vida também o auxilia a cuidar da mãe aos frangalhos, seu lado metódico e determinado a torná-lo um grande médico o faz agir friamente diante de certos acontecimentos. O personagem de Benedict Cumberbatch também possui camadas e camadas de complexidade: ele se mostra dentro de um ideal de masculino, mas sofre com suas insatisfações e emoções mal resolvidas. Para isso, a diretora opta por cenas bastante táteis e poéticas. O amargo do cigarro que ele faz, o manuseio sofrido do couro que ele mesmo corta, o mergulho nu nas águas cristalinas, o amor na sutileza de um lenço. 

Continua após a publicidade

Jane Campion no set de
Jane Campion é a primeira mulher a ser indicada duas vezes ao Oscar de Melhor Direção Netflix/Divulgação

 

Jane Campion além de ter essa destreza com o que é delicado, também nos presenteia com a parceria de Ari Wegner, diretora de fotografia australiana que assina as cenas lindíssimas (externas e internas), brincando com jogo de luz, natureza e mistério. Tudo embalado por uma trilha sonora original que faz o espectador mergulhar de cabeça (corpo e alma) nessa história, assinada por Jonny Greenwood. Um filme daqueles de fazer o coração bater mais forte. 

Ataque dos Cães concorre nas categorias de melhor filme, melhor direção (única mulher na categoria), melhor roteiro adaptado, melhor atriz coadjuvante (Kirsten Dunst), melhor ator (Benedict Cumberbatch), melhor ator coadjuvante (Jesse Plemons), melhor fotografia, melhor trilha sonora (Jonny Greenwood), melhor edição, melhor design de produção, melhor som.

Ataque dos Cães
Ataque dos Cães lidera a lista do Oscar 2022 Netflix/Divulgação
Continua após a publicidade

Publicidade