Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

As homenagens de celebridades a Chadwick Boseman, morto aos 43 anos

O ator, que se tornou mais conhecido pelo protagonista de Pantera Negra, não resistiu a um câncer

Por Da Redação Atualizado em 29 ago 2020, 14h34 - Publicado em 29 ago 2020, 13h13

Após quatro anos lidando com um câncer, o ator Chadwick Boseman, protagonista de Pantera Negra e outros filmes da Marvel como rei de Wakanda, teve sua morte anunciada na sexta-feira (28), aos 43 anos. As redes sociais de colegas de elenco do filme da Marvel, de atletas e outras celebridades se inundaram de publicações em homenagem ao ator. Alguns deles, não sabiam da doença que acometia Chadwick durante a produção do filme que o tornou mundialmente conhecido.

“Tudo o que eu tenho a dizer é que as tragédias deste ano se tornaram mais profundas com a perda de Chawick Boseman”, escreveu o ator Mark Ruffalo, que deu vida ao Hulk, também pela Marvel. “Irmão, você é um dos grandes de todos os tempos e sua grandeza estava apenas começando.”

“O mundo vai sentir falta de seu enorme talento”, escreveu o ator Chris Pratt, que também fez parte da franquia Vingadores, ao lado de Chadwick.

A atriz Brie Larson, que encarna a Capitã Marvel, publicou uma foto com o ator. “Ele era alguém que irradiava poder e paz. Ele se levantava por muito mais do que apenas ele próprio. Você fará falta e nunca será esquecido”, escreveu.

A apresentadora Oprah Winfrey lembrou que ele mostrou sua grandeza e realeza em Pantera Negra enquanto enfrentava o tratamento. “Isso é dignidade”, afirmou.

Em seu último filme, Destacamento Blood, dirigido por Spike Lee, Chadwick contracenou com Clarke Peters. O ator escreveu sobre a parceria: “Que alma adorável. Chad, já estou com saudades, irmão.”

View this post on Instagram

What a lovely soul. Chad, I miss you already brother. Da Blood

A post shared by Clarke Peters (@clarkepetersofficial) on

Spike Lee publicou um trecho do filme em que dirigiu Chadwick. “Deus é amor; amor é Chadwick”, compartilhou.

“Ele ainda tinha muito trabalho incrível para criar. Sou infinitamente grato por nossa amizade”, escreveu o ator Chris Evans, colega de Chadwick nas produções da Marvel. 

Neste sábado (29), após ganhar a pole position no Grande Prêmio da Bélgica, o piloto Lewis Hamilton homenageou o amigo vestindo macacão preto; a sua Mercedes também se tornou uma Pantera Negra. “Ele inspirou uma geração inteira de jovens negros e deu-lhes um verdadeiro super-herói para admirar”, disse o atleta em postagem no Instagram. 

“Ser jovem, talentoso e negro; usar esse poder para criar heróis para admirar; fazer tudo isso enquanto sente dor – que uso ele fez de seus anos”, escreveu o ex-presidente americano Barack Obama sobre o ator, que fizera trabalho voluntário com crianças carentes na Casa Branca. 

“Neste momento, nossos corações estão se contorcendo de tanta dor”, escreveu o ator Jamie Foxx. 

A diretora Ava DuVernay disse: “Que você tenha um lindo retorno, Rei. Nós sentiremos a sua falta”.

O escritor Clint Smith destacou a importância do ator para a representatividade de crianças negras. “Eu penso no meu filho de três anos e a fantasia dele de Pantera Negra. Como ele vestia quase todos os dias e se recusava a tirar. O jeito que ele andava dizendo que era o Pantera Negra”, compartilhou.

No Brasil, o ator Lázaro Ramos foi um dos que homenageou Chadwick por sua importância para a valorização da população negra dos Estados Unidos e de todo o mundo. “Ele se tornou o rosto de um mundo ideal. O rosto do sonho por uma Wakanda [nome do reino do personagem de Chadwick]. Queríamos morar lá e sermos liderados por ele.” 

Durante o Jornal Hoje deste sábado (29), a jornalista Maju Coutinho mencionou a importância do ator e entoou o mote “Wakanda forever”, usado em Pantera Negra. Ela compartilhou o momento em seu perfil no Instagram.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade