Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Kika Gama Lobo

Por Atitude 50 Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Focada na maturidade como plataforma pessoal, a jornalista Kika Gama Lobo escreve sobre as sensações e barreiras que as mulheres de 50 anos vivenciam
Continua após publicidade

O empobrecimento maduro

"Aos 60 não tem trabalho, não pagam plano de saúde, comem o que tem e, o pior, zero esperança", reflete Kika Gama Lobo

Por Kika Gama Lobo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
5 jun 2024, 15h00

Tenho visto cada decadência. Sem elegância alguma. Pessoas de classe média e algumas poucas ex-ricas, hoje, na penúria.

Aos 60, não tem trabalho, não pagam plano de saúde, comem o que tem e, o pior, zero esperança. Não se prepararam para o futuro. Ele chegou. Com nossas dores na lombar, joelhos dramáticos, calvície, brochadas, menopausa braba. E só vai piorar.

queda de cabelo na menopausa
O futuro chegou: com nossas dores na lombar, joelhos dramáticos, calvície, brochadas, menopausa braba (RUNSTUDIO/Getty Images)

Mas o mais difícil é ver a incapacidade de virar o jogo. A tal geração que surfou o milagre econômico quando criança, passou por várias crises, mas todas ao largo.

Famílias abastadas que hoje sofrem, não viraram a chave da mamata de outrora. Acharam que ia durar. Não fizeram planejamento financeiro, não conversaram na mesa sobre desemprego, sobre descer de patamar, sobre economizar. INSS? Coisa de pobre. Palavra horrível. Como assim economizar? Poupar? Não comprar isso ou aquilo? Não viajar?

Sim… Enquanto todo mundo na sua cabeça está indo para Dubai, existe um mundo silencioso que rala. Mas só você acreditou no Instagram. Apenas o seu algoritmo foi pra Seychelles, porque outras estão no BRT, quebrando a cabeça com como pagar boletos e ter uma vida planejada na maturidade.

E continuo minha visão voyeuse do caos. Amigos sem dente, cachorro quente ao invés de empadão, aluguéis atrasados, despejos anunciados, futuros interrompidos. E isso em plena maturidade.

Estamos cansados, mas precisamos reagir. Como fazer? Aprender a viver com menos, compartilhar o que se tem, vender o que pode virar grana e mudar o mindset. Urge entendermos que precisamos de pouco. Muito pouco.

Mas a fartura tem que ser da autoconsciência, que a velhice é cara. Bem cara. Acorda. Pelo menos assim você garante o lanchinho da tarde.

Assine a newsletter de CLAUDIA

Receba seleções especiais de receitas, além das melhores dicas de amor & sexo. E o melhor: sem pagar nada. Inscreva-se abaixo para receber as nossas newsletters:

Acompanhe o nosso Whatsapp

Quer receber as últimas notícias, receitas e matérias incríveis de CLAUDIA direto no seu celular? É só se inscrever aqui, no nosso canal no WhatsApp

Acesse as notícias através de nosso app 

Com o aplicativo de CLAUDIA, disponível para iOS e Android, você confere as edições impressas na íntegra, e ainda ganha acesso ilimitado ao conteúdo dos apps de todos os títulos Abril, como Veja, Superinteressante e Capricho.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.