CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Cidade fantasma na Amazônia inspira artista inglesa e vira tema de mostra em SP

  A cidade de Fordlândia, no interior do Pará, em meio a floresta amazônica é o tema da nova mostra da britânica Melanie Smith, que abre hoje ao público na Galeria Nara Roesler. A artista mergulha no passado da aventura de Henry Ford em meados do anos 1920 ao resgatar o projeto majestático, do empresário […]

Por Por Camila Boni Atualizado em 26 Maio 2022, 09h06 - Publicado em 18 nov 2014, 20h08

A cidade de Fordlândia, no interior do Pará, em meio a floresta amazônica é o tema da nova mostra da britânica Melanie Smith, que abre hoje ao público na Galeria Nara Roesler. A artista mergulha no passado da aventura de Henry Ford em meados do anos 1920 ao resgatar o projeto majestático, do empresário proprietário da Ford Motors e o inventor da linha de montagem. Em uma área de 14 mil metros quadrados, e aproveitando o boom da borracha brasileira naquela época, Henry Ford, decidiu implantar uma cidade nos moldes americanos para explorar e fabricar pneus, que seriam usados nas indústrias Ford. Após 10 anos de tentativas desastrosas para conseguir criar uma produção de série, usando o látex das seringueiras amazônicas, a cidade foi abandonada. E com o tempo, todas as construções foram invadidas pela vegetação densa e poderosa da região.

Três semanas, na região foram suficientes para inspirar Melanie Smith, que decidiu pintar a floresta, e provocar uma reflexão sobre embate entre a natureza, os animais e a civilização. Diversos tons de verde são usado em suas pinturas que privilegiam a cor em detrimento da forma. Além das pinturas e gravuras, é exibido um vídeo de cerca de 40 minutos que faz o contraponto do verde da natureza com elementos urbanos como caminhões, concreto envelhecido e estradas cortadas em meio à floresta.

 

 

Galeria Nara Roesler: Avenida Europa, 655 – Jardim Europa

Continua após a publicidade

Tel: (11) 3063-2344

Exposição: 19/11/14 a 01/02/15

De segunda a sexta, das 10h às 19h

Sábado, das 11h às 15h 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade