CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Apartamento de 70 m² abusa do cinza e mantém o décor super feminino

O apartamento de 70 m² da estilista Neide Dantas no Rio de Janeiro mistura a atmosfera alegre e relaxante da praia com uma feminilidade que foge do óbvio

Por Reportagem Visual e Texto Simone Raitzik | Fotos André Nazareth Atualizado em 25 Maio 2022, 11h53 - Publicado em 5 fev 2016, 19h04
01-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino

Praia e sol sempre encantaram a estilista baiana Neide Dantas, dona de uma grife de bijuterias. Mesmo morando em São Paulo desde os 8 anos, ela nunca ficou longe do mar: nos fins de semana, frequentava o trecho de areia diante do Posto 9, em Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro. Por isso, quando soube de um empreendimento do tipo apart-hotel – com apartamentos de 70 m² –, localizado a poucos metros de seu ponto favorito na orla, resolveu ter um pouso fixo na cidade. “Fica perto da Lagoa Rodrigo de Freitas, dos restaurantes, do comércio… Uma delícia!”, diz. Assim que fechou negócio, convocou o arquiteto Antonio Ferreira Junior, amigo de longa data e seu parceiro em projetos na capital paulista, para tocar a reforma e os interiores. Encomendou a ele, sócio do também arquiteto Mario Celso Bernardes, uma ambientação prática e cosmopolita, porém sem deixar de lado a espontaneidade litorânea. “Curto viver de forma descomplicada”, aponta ela, mãe de Sophie, de 5 anos. Quando vem com a filha, Neide afasta as mesinhas da sala, abre o sofá-cama e fecha as portas de correr que isolam o espaço. “A marcenaria ora integra, ora setoriza os ambientes, e ganhamos amplitude com armários no lugar de paredes. Foi um quebra- -quebra total, que valeu a pena”, explica Antonio. Depois da base pronta, veio a parte mais gostosa: a definição dos tons azuis e de cinza como predominantes na decoração; e a procura de móveis confortáveis. “Fizemos um garimpo em antiquários. Adoro a mistura do antigo com o novo, porque garante personalidade”, fala o arquiteto. A proprietária colaborou, ainda, com o olhar afiado na escolha das obras de arte. “Sou uma colecionadora informal mas antenada”, afirma.

02-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 03-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 04-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 05-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino
Continua após a publicidade

06-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 07-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 08-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 09-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 10-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 11-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino 12-apartamento-de-70-m2-abusa-do-cinza-e-mantem-o-decor-super-feminino
Continua após a publicidade

Publicidade